Smart Forest instala sensores IoT na Quinta do Pisão

A startup, um dos vencedores do Big Smart Cities, vai desenvolver a sua prova de conceito, que consiste na implantação de uma solução de prevenção de incêndios em Cascais.

A startup Smart Forest vai testar o seu projecto – uma solução de prevenção de incêndios – em Cascais, a “primeira cidade experimental para startups”, anunciou a Vodafone em comunicado.

O projecto, que passará agora para uma fase de instalação de sensores IoT na Quinta do Pisão, foi um dos três vencedores, em Julho, do Big Smart Cities, um concurso de empreendedorismo promovido pela Vodafone Power Lab e pela Ericsson.

O projecto piloto arrancou este fim-de-semana com a instalação de cinco equipamentos. Com a instalação de sensores IoT na Quinta do Pisão, a Smart Forest “vai recolher informações cruciais para a prevenção de incêndios, tais  como os níveis de dióxido de carbono, humidade, força e direção do vento”. Os dados, depois de captados, são transmitidos pela rede móvel da Vodafone para um “gateway” que, através de um sistema de inteligência artificial, analisa e interpreta a informação, desencadeando alertas em caso de risco de incêndio.

A implementação do piloto em ambiente real é “essencial” para o desenvolvimento do projecto “podendo vir a desempenhar um papel fundamental na prevenção de incêndios no futuro”. Foi precisamente por esta ordem de motivos que a 5ª edição do Big Smart Cities adicionou este ano uma fase de experimentação, refere o operador.

 




Deixe um comentário

O seu email não será publicado