Claranet vai investir dois milhões em centro de excelência cloud

A fornecedora de soluções “as a service” vai investir dois milhões de euros anuais no novo centro de excelência cloud. Está a contratar e vai criar uma academia de formação em 2018.

António Miguel Ferreira, director-geral da Claranet Portugal

A Claranet anunciou um novo centro de excelência para prestação de serviços a clientes. O centro está já em operação e está a contratar, revelou a empresa esta quarta-feira A fornecedora de soluções “as a service” vai investir dois milhões de euros anuais neste centro de excelência que se foca nas principais plataformas cloud disponíveis (Azure, AWS e Google).  A prestadora de serviços anunciou também o arranque de uma academia de formação cloud em Março de 2018. 

Quando em velocidade cruzeiro, o centro de excelência terá três pólos, em Portugal (Lisboa e Porto) e no Brasil (São Paulo). Os pólos de Lisboa e São Paulo já estão em funcionamento e contam, no conjunto com entre 25 e 30 colaboradores.

“O Centro de Excelência Cloud, que agora expandimos, já serve cerca de 50 clientes em Portugal e cerca de 100 clientes no Brasil”, avança António Miguel Ferreira, director-geral da Claranet Portugal. 

Para esta nova infra-estrutura de prestação de serviços cloud, a Claranet pretende reforçar equipa, e procura “especialistas para as três principais plataformas de Cloud a nível mundial (Azure, AWS e Google) para as áreas de infra-estruturas (IaaS), plataformas (PaaS) e dados”, assinalou o director-geral. A empresa quer recrutar até 50 colaboradores, para reforço da equipa existente neste neste Centro de Competências, com o objectivo de atingir os 100 colaboradores especializados em cloud no espaço de três anos.

A empresa quer recrutar até 50 colaboradores, com o objectivo de atingir os 100 proissionais especializados em cloud neste Centro de Competências no espaço de três anos.

A Claranet disponibiliza ainda formação especializada a engenheiros, arquitectos, administradores de sistemas ou programadores, que necessitem ganhar competências em Cloud, explica em comunicado. 

Primeira edição da academia arranca em Março

A Claranet vai também promover uma academia de formação – a Claranet University – que irá formar cerca de 30 pessoas por edição. A academia está vocacionada quer para recém-licenciados que querem reforçar a sua formação, quer para profissionais que pretendem adquirir novas competências. O objectivo da academia, cuja abertura está prevista para Março de 2018, é atrair pessoas para áreas inovadoras de engenharia, contribuindo para uma melhor adequação dos técnicos para os empregos do futuro, explica a empresa. A primeira edição da Claranet University será focada no desenvolvimento de competências Cloud.

A Claranet assinala que se regista um défice de recursos humanos especializados nesta área, existindo excesso de procura face a oferta, em Portugal em particular devido ao empreendedorismo tecnológico e à atracção do país por parte de centros de operações de multi-nacionais e na Europa em geral. No entanto, a empresa não é propriamente afectada por esta escassez. “Fruto da nossa dimensão no mercado nacional, tem sido mais fácil recrutar profissionais”, assinala Ferreira. 

A academia de formação “visa o desenvolvimento de competências IT para profissionais em inicio de carreira ou em fase de transição. O objectivo desta iniciativa é, não só garantir um fluxo de técnicos qualificados para integrar o centro de excelência, mas também contribuir para uma maior disponibilidade destes no mercado em Portugal”, detalha comunicado.  

Do programa desta formação fazem parte matérias ajustadas “às reais necessidades do mercado” e a pensar “nas profissões do futuro”: Cloud Experts Engineers, Security Experts, DevOps, Data Scientists.

O novo centro de excelência resulta também da experiência acumulada pela empresa com o seu centro de serviços partilhados, o Claranet Technology Group, cujos cerca de 20 colaboradores prestam “serviços internamente, na área dos sistemas de informação ao grupo”. Este centro de competências foi criado em 2015 revelou-se “um projecto com sucesso”, “que nos deu motivação adicional, para nos lançarmos neste desafio de agora criar um Centro de Excelência, virado para o mercado nacional e Brasileiro, numa área particularmente dinâmica do mercado de TI, que é a Cloud”.

A Claranet é fornecedor de serviços híbridos (Cloud pública e privada) em Portugal e no resto da Europa, e é parceiro Azure, AWS e Google na Europa e Brasil.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado