Sky quer programadores para centro em Lisboa

A empresa abriu 40 vagas no seu centro tecnológico, para profissionais de programação, testes a tecnologia e DevOps.

Pedro Geada, head of technology na Sky em Portugal

Pedro Geada, líder para tecnologia na Sky, em Portugal

O centro tecnológico de excelência da Sky, em Lisboa, pretende reforçar a sua equipa com mais 40 pessoas, até ao próximo Verão. Segundo o líder para tecnologia no pólo, Pedro Geada, o número até pode ser maior.

Actualmente com mais de 120 especialistas em tecnologia que prestam serviços para toda a Europa, a operação procura um reforço em profissionais de programação, de testes e DevOps. “Valorizamos profissionais curiosos, críticos e flexíveis, com paixão por tecnologia, mas que sejam capazes de responder a diferentes desafios independentemente da tecnologia em questão”, detalha o responsável.

No entanto, a empresa diz em comunicado que está também a “investir em novos cargos com grande especialização”. A equipa em Lisboa é actualmente responsável pelo desenvolvimento e suporte a um conjunto de projectos tecnológicos para vários mercados da Sky, como é o caso do serviço transaccional de filmes (Sky Store), vários serviços de transmissão online, incluindo o Sky Go, e outros projectos de suporte tecnológico às unidades de negócio da Sky.

“Ser a empresa de entretenimento líder na Europa, com mais de 22,5 milhões de clientes, requer desenvolvermos tecnologia fiável e escalável e termos os melhores profissionais para o fazer. Estes serão os desafios que teremos presentes nos próximos meses”, comenta Pedro Geada.

Pedro Geada (Sky), garante que o interesse da empresa está “sobretudo” na qualidade dos recursos humanos existentes no mercado português e escusa-se a falar da eventual diferença de custos de trabalho, em relação a outros mercados.

O gestor do centro reconhece a contratação de profissionais na área de TI como uma “das mais dinâmicas”. Garante que o interesse da empresa está “sobretudo” na qualidade dos recursos humanos existentes no mercado português e escusa-se a falar da eventual diferença de custos de trabalho, em relação a outros mercados.

Em 2016, a Sky lançou um centro tecnológico em Leeds Dock, no Reino Unido, que criou 650 cargos altamente qualificados como parte de uma estratégia de capacitação digital da empresa. Além disso, a Sky lançou no início deste ano bolsas de estudo no âmbito da iniciativa Women in Technology, para fomentar a formação de mulheres na área das TIC.

*Com comunicado

 


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado