O que esperar da versão 30 da plataforma Workday

Um resumo das principais características que chegam à plataforma Workday em 2018 nas aplicações de gestão de recursos humanos, finanças, e planeamento.

A Workday, a empresa de SaaS anunciou uma série de novos recursos para toda a plataforma na conferência Workday Rising em Barcelona na semana passada. Maior personalização e o recurso a aprendizagem de máquina, são as principais forças motrizes das novidades.

A nova versão, 30, deverá estar disponível no início de 2018, tendo em conta que a última foi disponibilizada em Setembro de 2017. A lista de novos recursos que apresentamos não é exaustiva.

No seu produto original, a Human Capital Management (HCM) para profissionais de gestão de recursos humanos, a Workday procura redesenhar sua página inicial, favorecendo uma experiência de utilizador mais personalizada para a versão 30 e posteriores, com aquilo que o fornecedor denomina “experiência de pessoal Workday”.

Com isso, a Workday está a tentar reinventar o portal de RH para o dia moderno de trabalho. Barbry McGann, vice-presidente para gestão de produtos na Workday descreve isso como “o portal de próxima geração personalizado, unificado e orientado à perspectiva de jornada de vida”, para indicar ao profissional em que situação está na sua carreira para auxiliá-lo com o Workday Assistant”. Este assistente digital está a ser desenvolvido na plataforma Workday para oferecer aos utilizadores, recomendações personalizadas.

O novo portal de pesquisa vai disponibilizar conteúdo personalizado, como para acolhimento de novos recurso humanos, transições de trabalho e eventos de vida. O motor de busca avançada será renovado para descobrir informação sobre políticas e documentos relevantes, extensões para aplicações populares de terceiros, como a Slack ou a Microsoft Teams, além de mais opções de personalização.

A Workday também tem trabalhado em percursos de aprendizagem personalizadas desde o ano passado, que são semelhantes às recém-anunciadas MyTrailhead, da Salesforce, para ajudar funcionários na formação mais relevante.

O impulso neste sentido de costumização é uma tendência a ganhar mais força nas ofertas de SaaS, à medida que o software empresarial é feito para oferecer uma experiência de utilização semelhante àquela disponibilizada na Internet, para o consumidores em geral.

A nova experiência, diz McGann, oferece uma melhor visibilidade sobre a progressão na carreira. A Workday também tem trabalhado em percursos de aprendizagem personalizadas desde o ano passado, que são semelhantes às recém-anunciadas MyTrailhead, da Salesforce, para ajudar funcionários na formação mais relevante.

De seguida, haverá uma série de novos recursos para a Workday Financials na versão 30. Betsy Bland, líder em marketing de produto na Workday, diz que a Financials passa a “aproveitar a inovação do fabricante com aprendizagem hierarquizada (“deep learning” e reconhecimento óptico de caracteres para ler recibos de despesas e preencher relatórios de despesas, com os elementos obtidos”.

A integração com a plataforma da Salesforce também será aprofundada na versão 30 para permitir aos utilizadores obterem informação sobre oportunidades de negócio e passíveis de serem rentabilizadas. Isso permitirá à plataforma Workday informar melhor sobre questões de planeamento e orçamento.

Para os processos de divulgação imediata, a Workday quer disponibilizar “a conciliação de transacções, suporte de automação na aprovação de relatórios de final de períodos usando a estrutura de processos de negócios e do fabricante, melhorias significativas para a gestão de alocações e contabilidade de ‘leasings’ “, disse Bland.

Em termos de actualizações mais granulares, a empresa anunciou novidades como:

‒ reconstrução do fluxo de facturas electrónicas;
‒ redesenho da experiência de declaração de despesas em browser, mimetizando a experiência obtida em dispositivo mobilidade;
‒ actualizações de conformidade, incluindo relacionadas com normas ISO e Swift;
‒ a capacidade de negar ou devolver linhas de relatório de despesas individuais;
‒ suporte ao encaminhamento de facturas baseado no x com base no solicitante;
‒ auto-serviço de previsão de facturas;
‒ suporte à consolidação de ficheiros de pagamentos electrónicos para reduzir dados nas transmissões;
‒ folhas de trabalho para previsão de tesouraria.

O Workday Planning, que tem um ano no mercado e 70 clientes activos, terá na versão 30, maior capacidade de oferecer planeamento descentralizado e modelos personalizados. Como sugeriu Aidan Mitchell, director de gestão de produto da Workday, o foco da versão 30 é permitir decisões de planeamento mais ágeis, em vez de planos anuais.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado