Empresas com SuccessFactors em cloud são mais de 340

Em Portugal, o número de novos contratos em 2017 cresceu 76% face ao de 2016, diz a subsidiária portuguesa.

Inês Vaz Pereira, directora para o negócio SAP SuccessFactors em Portugal

Brisa, Sovena, RTP e Galp estão entre os mais de 340 clientes da SAP Portugal a usar a plataforma de gestão de capital humano, SuccessFactors, em cloud computing. A empresa passou essa marca em 2017, ano durante o qual o número de novos contratos cresceu perto de 76%, diz fonte do fabricante ‒ que se escusou a revelar o valor absoluto.

“Estamos satisfeitíssimos com a sólida adoção das nossas soluções pelo mercado nacional no âmbito da transformação digital dos processos de RH, com o objetivo de permitirem aos colaboradores uma experiência profissional tão próxima quanto possível da utilização pessoal de tecnologia, sempre conectada, instantânea e informada”, manifesta-se Inês Vaz Pereira, directora para o negócio SAP SuccessFactors em Portugal.

Os clientes portugueses estão a usar a plataforma de formas variadas:

– A Galp Energia escolheu a solução nas componentes de gestão global de cadastro – central de empregados, recrutamento e selecção, gestão de objectivos e desempenho, compensações, sucessões e desenvolvimento;

– O grupo Brisa está a usar a solução SAP SuccessFactors para as áreas de gestão de desempenho e compensações, recrutamento e selecção, gestão de talento e “JAM” colaborativo, procurando sustentar a sua estratégia de inovação e excelência através do desenvolvimento e valorização do capital humano.

– A RTP optou por recorrer à plataforma para a gestão de formação, tentando implantar uma “abordagem inovadora no desenvolvimento de competências adequadas às funções de natureza predominantemente técnica”.

–  A Sovena escolheu a solução também para a área de gestão global de cadastro – central de empregados com o objectivo de consolidar  informação de gestão das pessoas em contexto de multi-geografia.

Os serviços de SucessFactors estão fundados em cerca de dez centros de dados, incluindo na Alemanha, Holanda e Rússia.

*Com comunicado




Deixe um comentário

O seu email não será publicado