Facebook adiciona conversação ao Workplace em desktop

A empresa lançou versões beta de aplicações para MacOS e Windows adicionando recursos de partilha de ecrã, também.

A Facebook passou a disponibilizar versões de uma aplicação de conversão para desktop Windows e Mac, a integrar na sua plataforma Workplace, usada por 14 mil organizações. A Workplace Chat será a equivalente do Messenger, com funcionalidades que só estavam disponíveis através de um aplicativo móvel ou através de um browser.

A empresa lançou a sua plataforma de colaboração empresarial em Outubro de 2016, oferecendo recursos como chamadas de voz e vídeo. A Messenger tem 1,2 mil milhões de postos de trabalho activos mensais.

O lançamento da versão beta do cliente para desktop, notado primeiro pelo TechCrunch, facilita o trabalho dos trabalhadores que precisam de ter muitos separadores abertos de uma vez para ver controlar notificações. É supostamente um dos recursos mais solicitados pelos clientes, mas vai testado antes de um lançamento mais amplo.

A aplicação funciona com sistemas Windows de 64 bits executando o Windows 7 e sistemas posteriores, e para Macs com o MacOS 10.9 (Mavericks) e posteriores. Surge em duas versões, Standard e Premium.

A versão Premium permite que as empresas usem o seu próprio serviço de gestão de identidades para gerir logins e políticas de conteúdo, em vez dos termos e condições padrão do Facebook. Requer a criação de uma conta empresarial e logins individuais usando endereços empresariais.

“A integração com ferramentas de comunicação empresarial e aplicações de terceiros, que o Facebook já começou a fazer, tornará a plataforma na área em que os funcionários desenvolvem trabalho, recebem notificações e fazer intercâmbios com colegas de trabalho”, diz Raúl Castañón-Martínez (451 Research)

A aplicação Workplace Chat funciona com as versões Standard e Premium do Workplace e e exige um endereço de e-mail empresarial para o processo de login. De acordo com a Facebook, a aplicação actualiza-se automaticamente, portanto, quem testar receberá depois uma versão final.

Foram adicionadas capacidades de partilha de ecrã para efeitos de colaboração, um recurso que a rival Slack, apenas adicionou em Maio. Isso permite aos utilizadores partilharem o vídeo de toda a área de trabalho ou apenas certos aplicações para evitar o acesso a informações confidenciais.

Com a aposta no segmento empresarial, o Workplace enfrenta uma concorrência significativa de uma variedade de fornecedores já estabelecidos, como a Jive, Atlassian, Microsoft e Slack. Apesar do sucesso de sua plataforma de rede social como tecnologia pessoal, a Facebook ainda tem algum caminho a percorrer para conquistar os utilizadores empresariais.

A aplicação de desktop ajudará a Facebook a dar melhor suporte de produtividade aos recursos humanos, de acordo com Raúl Castañón-Martínez, analista sénior da 451 Research.

“Uma aplicação de desktop proporciona um espaço de trabalho mais apelativo para os trabalhadores”, considera. “A integração com ferramentas de comunicação empresarial e aplicações de terceiros, que o Facebook já começou a fazer, tornará a plataforma na área em que os funcionários desenvolvem trabalho, recebem notificações e fazer intercâmbios com colegas de trabalho”.

“Isso pode ajudar a Facebook a tornar-se mais relevante como fornecedor de software empresarial”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado