A ler: 4 melhorias em desenvolvimento para a Python

Tanto na aprendizagem automática, desenvolvimento de API, na DevOps ou para a preparação de “containers” e micro-serviços, os avanços prometem ser vantajosos.

Com cada iteracção, tanto a linguagem Python quanto a sua implementação mais utilizada, a CPython, têm evoluído para facilitar a vida aos programadores. Mas à medida que ela se torna mais popular e seus casos de uso aumentam, as suas limitações são mais evidenciadas.

O último conjunto de melhorias previstas está a ser impulsionado pelas exigências em domínios tão diversos quanto a automação, a aprendizagem automática e os micro-serviços.

Há quatro áreas-chave em que a equipa de desenvolvimento do núcleo da Python está a esforçar-se, particularmente:

‒ na redução do tempo de inicialização do Python;

‒ para a aceleração da implementação de “tuples”;

‒ na reengenharia das API internas da CPython;

‒ para a eliminação do “Global Interpreter Lock” da linguagem.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado