Serviço de tinteiros Instant Ink abrange PME

O serviço foi concebido pela HP sobretudo para o segmento doméstico, mas pode ser usado para empresas, com baixos consumos. Entretanto, a primeira instalação de uma máquina de impressão 3D do fabricante em Portugal, está para breve.

O serviço de entrega planeada de tinteiros, Instant Ink, está disponível para PME, confirmou a HP em declarações para o Computerworld. No rescaldo do lançamento de novos multifunções preparados para impressão em formato A3, o fabricante avança que até final de Agosto, deverá fazer a primeira instalação de uma máquina de impressão 3D.

Computerworld ‒ Como é que nova oferta serve a estratégia da HP em Portugal, para o mercado de impressão em A3, no sector empresarial?

HP ‒ Esta nova oferta é composta por três áreas de valor acrescentado que não se limita a hardware. O objectivo da HP é a introdução de um portefólio inovador que permita revolucionar o conceito de impressão tradicional nas empresas, tendo em vista a crescente preocupação com o nível de segurança nas empresas, uma operação mais fiável, produtiva e previsível através do ecossistema de gestão na cloud, com os Smart Device Services, e por fim não só o lançamento de equipamentos laser, mas também a oferta de uma alternativa baseada na tecnologia Pagewide.

CW ‒ As novas máquinas já resultam da compra do negócio de impressão da Samsung?
HP ‒ Os novos equipamentos são o primeiro passo no princípio de acordo com a divisão de impressão Samsung, visto que a compra foi anunciada mas ainda não se encontra concluída. O principal contributo deste acordo no lançamento destes equipamentos é o motor de impressão, mas todo o software e firmware lançados nestes novos produtos é desenvolvido exclusivamente pela HP e é exactamente o mesmo que se encontra nos restantes equipamentos da linha empresarial, mas numa nova versão.

Até final do ano, esta nova versão de firmware estará também disponível para todos os restantes equipamentos HP (novos e antigos) da linha empresarial que tenham sido lançados desde 2013.

CW ‒ Como é que as facilidades introduzidas com o serviço Instant Ink podem servir pequenas empresas, para as quais faz menos sentido usarem serviços de gestão de equipamento de impressão?

HP ‒ O serviço de Instant Ink foi idealizado a pensar no consumidor final com o intuito de responder a algumas questões levantadas pelos consumidores domésticos. O custo da tinta, a inconveniência de o tinteiro ficar sem tinta nos momentos menos convenientes e a dificuldade de encontrar o tinteiro quando chega à loja são as principais queixas levantadas pelos clientes que ficam totalmente respondidas com o serviço de Instant Ink.

Para aceder a este serviço o cliente precisa apenas de ter um cartão de crédito para associar ao serviço. Em nenhum momento fazemos distinção entre um cliente doméstico ou de micro-empresas ou PME. Deste modo, os clientes com este perfil poderão também usufruir deste serviço desde que associem o seu cartão de crédito.

As empresas com consumos de páginas superior ao plano máximo de Instant Ink de 300 páginas por mês deverão fazer uma análise mais profunda dos seus consumos para não incorrerem em custos superiores aos previstos, devido ao consumo de páginas superior ao plano máximo. Estas páginas acima do plano de 300 páginas terão um custo de um euro por cada múltiplo de 25 páginas adicionais.

CW ‒ O negócio da HP em impressão 3D já tem alguma expressão em Portugal?
HP ‒ Esta área de negócios começa agora a dar os primeiros passos: a primeira unidade 3D será instalada em Portugal entre Julho e Agosto.

CW ‒ Qual é a quota de impressoras PageWide em unidades de impressoras HP vendidas em Portugal? Quais são as vossas previsões de evolução na adopção desta linha em Portugal?
HP‒ No primeiro trimestre deste ano, as PageWide representam já 8% do mercado de multifunções cor do segmento profissional, que se traduz em mais do dobro da quota de mercado que obtivemos com o mesmo segmento o ano anterior. É um indício excelente para uma tecnologia que tem menos de cinco anos e que tem representado um crescimento sustentado da sua procura e que, e é o mais importante, indica a confiança do utilizador/comprador empresarial português nesta tecnologia.


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado