Governo conta alargar apoio a mais startups para a Web Summit (actualizado)

O programa de condições específicas, Road 2 Web Summit, deverá acolher 150 empresas em vez de 67.

Patrick Griffith, da Web Summit e João Vasconcelos, secretário de Estado da Indústria

Através da StartUP Portugal, o Governo e a Web Summit vão alargar o programa de apoio Road 2 Web Summit a um número limite 150 startups, para a edição de 2017 da cimeira de inovação e empreendedorismo que se realiza entre 6 e 7 de Novembro, quando em 2016 ele abrangeu 67 empresas. “Estas startups irão beneficiar não apenas de descontos no preço dos bilhetes, mas também do acesso gratuito a sessões de preparação onde podem aprender como aproveitar ao máximo a sua presença”, comenta o secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, em comunicado.

Mas numa conferência de imprensa, o responsável esclarece que o Governo decidiu alterar os moldes do suporte e selecção das empresas. O processo vai desenvolver-se na operação geral e mundial da Web Summit, em vez daquele organizado pela Portugal Ventures, que envolvia a apresentação presencial do modelo de negócio. As startups sujeitam-se à votação geral online.

Segundo Vasconcelos a intenção do Governo é corrigir uma situação que considerou injusta, por algumas startups terem de pagar a participação por inteiro enquanto outras não.

Com 100 mil euros para investir no pagamento de metade do valor do ingresso das startups da cimeira, o secretário de Estado acredita ser possível apoiar mais empresas. Mesmo com os parâmetros da organização. “Garantimos desta forma que a selecção é feita com critérios da Web Summit e não de um júri”, enfatizou como segundo propósito da mudança.

O prazo de candidaturas termina a 15 de Agosto e as startups vencedoras serão anunciadas até 15 de Setembro.

Nesta altura, estimou o governante, o preço do ingresso ronda os 300 euros. O desconto de 50% é aplicável sobre o valor dos passes Alpha no momento em que cada startup se candidatar, mas o preço aumenta ao longo do tempo.

As startups que já se inscreveram e foram aceites com passes Alpha também são elegíveis para o Road 2 Web Summit, havendo lugar ao reembolso do valor do desconto, diz a Web Summit. De acordo, com o líder da Web Summit para as startups, Patrick Griffith já se inscreveram perto de 55.

O prazo de candidaturas termina a 15 de Agosto e as startups vencedoras serão anunciadas até 15 de Setembro.

Além dos critérios definidos pela Web Summit, as candidatas têm de pagar IVA em Portugal.

A empresa apresentou ainda alguns dados sobre o impacto da cimeira na economia portuguesa:
‒ em 2016 registou-se uma captação de 21 milhões de euros, por parte de startups portuguesas participantes na Web Summit. Desde desde 2014 angariaram 33 milhões de euros).
‒ O ecossistema nacional de startups está a crescer duas vezes mais rápido do que a média europeia, segundo o estudo da Startup Europe Partnership;
‒ Os investidores estrangeiros estão a desempenhar um papel central no crescimento do ecossistema português: 62% do capital investido em “scaleups” (86% em rondas para a fase de internacionalização) vem do estrangeiro;
‒ Estima-se que a edição de 2016 do Web Summit tenha injectado 200 milhões de euros na economia nacional, sendo um quarto desse valor absorvido pela indústria hoteleira e 50 milhões pelos diversos fornecedores directamente ligados ao evento;
‒ Foram realizadas cerca de 15 mil reservas no Airbnb durante o evento, num valor global de 2,8 milhões de euros;
‒ As receitas do turismo chegaram a 1.250 milhões de euros em abril de 2017, um aumento de 38,6% face ao mesmo período do ano anterior, segundo dados do Banco de Portugal
‒ A Mercedes Benz anunciou em Maio que escolheu Lisboa para abrir o seu novo centro de inovação digital, o Digital Delivery Hub, a partir do qual irá criar produtos e soluções tecnológicas para o mundo inteiro. A marca é um dos principais patrocinadores do Web Summit em 2017, diz a empresa organizadora.

Actualizado com o segundo, terceiro, quarto, parágrafos e informação no quinto e sexto.

*Com comunicado




Deixe um comentário

O seu email não será publicado