Glintt desenvolve projecto-piloto com a Samsung

A colaboração incide no segmento da Saúde e envolve a melhoria de processos clínicos com recurso a tecnologias de mobilidade.

João Paulo Cabecinha, administrador da Glintt

A Glintt está a desenvolver, em parceria com a Samsung, um projeto-piloto na área da saúde, baseado no software Bed Side, da empresa portuguesa. A parceria pretende analisar o futuro da eficiência da interligação de soluções de mobilidade com software de gestão hospitalar complexas que exigem um processo de evolução digital orientado à mobilidade e adaptação automática a ambientes de dispositivos móveis.

Mais em concreto a suite aplicacional Bed Side da Glintt preparada para funcionar com a plataforma de segurança Samsung Knox, utilizando os equipamentos móveis do fabricante sul-coreano.

A referida suite aplicacional procura melhorar processos clínicos através da implementação de tecnologias ligadas à mobilidade e inclui três módulos complementares: Bed Side Tracker, Bed Side Clinic e Bed Side Nursing.

A colaboração evolui no âmbito do SEAP – Samsung Enterprise Alliance Program, plano de parceria específico para ISV que desenvolvem soluções na área da mobilidade. A Glinnt é o parceiro europeu para área da Saúde, segundo um comunicado.

A fase de projecto-piloto ‒ de seis meses – iniciou-se em Junho e deverá durar até Novembro.

O projecto está organizado em várias fases. A de preparação teve a duração de dois meses (Abril e Maio) e a fase piloto ‒ de seis meses – iniciou-se em Junho e deverá durar até Novembro. Por fim, já em Dezembro, será feita a avaliação para analisar as próximas iniciativas.

Um dos objectivos das empresas, com o projecto, será testar as vantagens da mobilidade no tratamento dos doentes colocando ênfase na utilização e valor oferecido com os dispositivos móveis.

O Bed Side Suite inclui três módulos complementares: Bed Side Tracker, Bed Side Clinic e Bed Side Nursing. O primeiro procura a diminuir o erro clínico no processo de recolha e transfusão de sangue.
O segundo, através de uma visão 360◦ sobre o paciente, destina-se a dar suporte ao médico em todas as suas interacções com o mesmo.

O Bed Side Nursing serve para os enfermeiros gerirem as suas tarefas através do acesso permanente à informação clínica integrada.

“ A transformação digital está a acontecer agora, não faz sentido adiarmos mais, e as tendências da mobilidade são transversais, logo a adaptação aos novos paradigmas tecnológicos deverá ser feita já”, comenta João Paulo Cabecinha, administrador da Glintt.

Pedro Paiva gestor para IM B2B Manager, na Samsung, diz que para empreas a “quarta revolução industrial chegou” e está apoiada em cinco pilares: mobilidade, Internet of Things, Realidade Virtual, Inteligência Artificial e Big Data.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado