Fujitsu premeia clientes em Lisboa

O fabricante distinguiu os projectos da British American Tobacco, Embraer, EDP, IGEFE, NOS, SGMAI.

A Fujitsu premiou esta quinta-feira em Lisboa seis organizações com quem desenvolveu parcerias co-criação e transformação digital, no âmbito da Fujitsu World Tour.

As organizações e projectos premiados:

British American Tobacco: teve por objectivo facilitar a implementação de Windows10 e Office365 para 36 mil trabalhadores distribuídos geograficamente por 180 países. O projecto centrou-se no desenvolvimento de uma aplicação simples de instalar pelos próprios utilizadores, acompanhados pelo Service Desk da Fujitsu, que disponibilizou suporte 24/7 em 17 idiomas distintos.

Embraer: projecto para automatizar e digitalizar o processo de aprovação de alterações do processo de fabrico, potenciando a partilha de informação comum a todas as áreas da organização. Com a solução desenvolvida pela Fujitsu, a Embraer conseguiu diminuir o risco de re-trabalho e baixar o custo da não-qualidade, diz um comunicado.

EDP: a parceria entre esta empresa e o fabricante e permitiu a transição de quatro prestadores de serviço de helpdesk para o Service Desk de nova geração da Fujitsu, com continuidade de operações e de processos de melhoria contìnua e qualidade baseados em metodologias Lean. A partilha de conhecimento, tecnologias e processos entre as duas companhias possibilitou uma elevada capacidade de resolução de problemas à primeira tentativa, com suporte prestado em diversos idiomas falados de forma nativa para as 14 geografias onde a EDP opera.

IGEFE: projecto de cro-criação para gestão documental que abarca os serviços da administração central do Ministério da Educação e os agrupamentos escolares. Foi desenvolvida uma solução de gestão documental multi-organizacional que assegura a independência dos dados e a identidade de cada organismo. “Através da desmaterialização de processos entre os diversos organismos, foi obtida uma poupança de custos considerável, existindo agora uma visão integrada de todos os processos, permitindo uma gestão mais eficiente de todo o sistema educativo”, explica o comunicado.

Nos: a colaboração entre cliente e fabricante permitiu a integração de inovação para melhorar a experiência do cliente em loja, numa primeira fase com um sistema de gestão de fila e mais recentemente com o lançamento de um novo conceito de loja, com soluções digitais de comunicação e experimentação. O fabricante destaca o desenvolvimento de um comando inteligente, que activa e personaliza a experiência de loja quando um visitante segura nele, interrompendo os conteúdos pré-definidos e iniciando o sinal de TV.

SGMAI: projecto de transformação digital da Secretaria Geral do Ministério da Administração Interna, com vista à modernização do sistema global do ”112.pt”, implementando um novo centro operacional no Norte em comutação com centro operacional de Lisboa, numa nova arquitectura de TIC. Este novo projecto, desenvolvido pelo consórcio Hexagon safety &infrastructure/ Intergraph, Fujitsu e PAPTI vai estar capacitado para receber chamadas de emergência do eCall, que terá de ser implementado obrigatoriamente em toda a União Europeia até 1 de Outubro de 2017. (Permitirá que os veículos automóveis possam comunicar de forma automática ou manual com os centros operacionais do 112, em caso de emergência).

O projecto inclui uma aplicação móvel designada “Mobile 112”, que permitirá à comunidade surda comunicar com os centros operacionais do 112 através de video-conferência (utilizando a língua gestual) e SMS.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado