CNCS desactiva estado de alerta

Nenhum organismo da administração pública foi atingido.

Ao fim de três dias, o Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) desactivou o estado de alerta, mantido para fazer face ao ciberataque mundial com ransomware WannaCry, avançou o Expresso, citando a Lusa. À agência o coordenador do CNCS, Pedro Veiga, garantiu que nenhum organismo público foi afectado. “Numa avaliação preliminar dentro da administração pública, os mecanismos estavam preparados”, afirmou.

“O responsável adiantou que o centro pediu relatórios com descrições mais pormenorizadas a todos os organismos da administração pública, desde ministérios, universidades, a direções-gerais, entre outros”, diz ainda o Expresso.

Entretanto a agência avançou com a notícia de que julgamentos em Guimarães sofreram interrupções relacionadas com actualização dos sistemas de computadores, no âmbito de iniciativas de reforço de cibersegurança.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado