Opensoft passou os 4 milhões em facturação

O volume de negócios da empresa cresceu 7%, alimentado pelo reforço dos posicionamento da empresa nos sectores da Administração Pública Central, da banca e educação.

jose_vilarinho_diretorgeral-da-opensoft_alto

José Vilarinho, director-geral da Opensoft

O negócio em projectos optimização e automatização de processos teve um contributo relevante para a Opensoft, facturar mais de quatro milhões de euros ‒ 4,058,000 ‒ em 2016, diz um comunicado da empresa. O crescimento de 7% registado assentou particularmente na execução daquele tipo de iniciativas, nos sectores da Administração Pública Central, da banca e educação.

Não obstante, o incremento no volume de negócios abrandou no ano em que a empresa celebrou 15 anos de actividade. No exercício fiscal de 2015 , a empresa obteve um crescimento de 35% na sua facturação.

“Em 2016 procurámos aprofundar o conhecimento sobre alguns mercados potenciais, mais concretamente na Europa”, através de missões empresariais e presença em eventos, revela José Vilarinho, CEO da Opensoft. Para 2017 a estratégia da empresa passa por reforçar o trabalho de prospecção de oportunidades de negócio além fronteiras.

Parte importante será a de tirar partido dos conhecimento desenvolvido e da integração de soluções tecnológicas, nos referidos sectores mas também nos seguros e indústria, segundo o responsável.

A Opensoft está particularmente interessada em contratar engenheiros de software especialistas em tecnologia Java Spring.

Além de estar a desenvolver mais produtos vai investir na contratação de novos trabalhadores, garante. Interessam sobretudo engenheiros de software especialistas em tecnologia Java Spring. A certificação de colaboradores é outra área de aposta da empresa, que continuará a investir em certificações em Core Spring, diz um comunicado

Uma das expectativas da empresa é fazer crescer a sua equipa até aos 67 colaboradores durante 2017.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado