Suporte ao ERP clássico da SAP termina em 2025

Em 2020 termina o esforço de inovação e neste momento não há qualquer actualização agendada para o sistema.

António Nunes SAP

António Nunes, consultor da SAP

O suporte ao ERP tradicional da SAP irá acabar em 2025. O esforço de inovação para essa solução irá terminar em 2020. A informação foi sublinhada António Nunes, consultor da SAP para cloud computing, durante o evento que na última terça-feira reuniu utilizadores e potenciais clientes da tecnologia SAP Hana, assente em  sistemas IBM Power.

Ao apontar o mapa de inovação cada vez mais acelerado do ERP S/4 Hana, lançado em 2011, assinalou que “todo o esforço de desenvolvimento da empresas está focado na plataforma in memory HANA” e no  S/4HANA, durante um evento realizado em Lisboa.

“Até 2011 fazíamos inovação no ERP clássico de ano a ano. Entre 2011 e 2016 fomos abrandando o desenvolvimento”, explicou o responsável. “Esta foi uma mensagem para os clientes e para o mercado: vamos pouco a pouco abrandar o desenvolvimento, porque não faz sentido estar a desenvolver dois ERP em simultâneo”.

“Vamos lançar uma nova versão [do S/4 HANA] em Setembro de 2017”.

Actualmente já existem duas versões do S/4 Hana: de Novembro de 2015 (versão 1511) e de Setembro de 2016 (1610). “Este ano vamos lançar uma nova versão em Setembro (1709). “Esta versão já suporta todas os sectores industriais e terá inovações em termos verticais”, assinalou.

Relativamente ao ERP clássico, a SAP não tem planos para no curto prazo, lançar de novas actualizações. “Não quer dizer que não sejam feitas em caso de necessidade”, sublinhou o responsável.

O prazo para o fim do suporte ao  ERP tradicional dá tempo para os clientes planearem a mudança, segundo o consultor.

O número de utilizadores da plataforma Hana, em Portugal, ultrapassa actualmente a centena, incluindo o Banco de Portugal, a REN, a Universidade de Lisboa, a Jerónimo Martins, os CTT, a Sonae, a Renova ou as Águas de Portugal. O grupo Amorim é o mais recente. Há cerca de um ano, a SAP Portugal tinha 40 clientes com S/4 HANA.


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado