LinkedIn com novo recurso de conteúdos

Com o Trends Storylines os gestores da rede procuram levar os utilizadores além das suas “bolhas” de interesse.

linkedin_trending-storylines-100714554-large-3x2O funcionamento do Trends Storylines visa mostrar aos utilizadores um conjunto de “feeds” com curadoria baseada em notícias mais importantes do dia. Por exemplo, um dos mais recentes encadeamentos reuniu todos os anúncios de produtos da Apple na terça-feira de manhã.

As linhas de artigos abrem com um rápido resumo das notícias, seguido de um artigo de “leitura obrigatória” que o LinkedIn escolheu como um bom resumo. Depois disso, continua com outras publicações dos seus utilizadores, com o objectivo de fornecer outros ângulos sobre uma notícia, juntamente com o contexto adicional.

Os utilizadores podem gostar, comentar ou partilhar essas entradas se quiserem. Os encadeamentos ficarão acessíveis a partir de uma aba denominada “Tendências”, mas os utilizadores também deverão ver os conjuntos, que o serviço acha mais relevante segundo os interesses percebidos, no fluxo de notícias principal da rede social.

O Trending Storylines pode ajudar a aumentar o envolvimento do utilizador com o LinkedIn, num momento em que a rede social profissional está focada em aumentar a quantidade de tempo despendido pelas pessoas nos fluxos de notícias que disponibiliza. Embora tenha começado como uma plataforma para os profissionais manterem um perfil profissional online, a LinkedIn tem trabalhado muito no sentido de se tornar numa base de acesso a conteúdo relevante.

Um dos principais objectivos do sistema é expor os usuários a uma ampla gama de perspectivas, não apenas aquelas que normalmente veriam tendo em conta as suas ligações.

Mesmo se um utilizador não estiver conectado a pessoas que partilhem conteúdo de notícias na rede, vai ver as “Trend Storylines”. O recurso foi concebido para incentivar os membros da rede a “seguir” pessoas, que podem preencher seu fluxo principal com conteúdo adicional no futuro.

“Não é preciso ter uma rede incrivelmente forte para o recurso funcionar bem”, garante disse Dan Roth, director editorial da LinkedIn. Um dos principais objectivos do recurso é expor os utilizadores a uma ampla gama de perspectivas, não apenas aquelas que normalmente veriam tendo em conta as suas ligações. Roth disse que ele vê o Trends Storylines como elemento importante para a ruptura de “bolhas de filtragem” que surgem de redes sociais e cultura moderna.

O recurso é semelhante ao “Moments” da Twitter, mas com uma grande diferença: a oferta da LinkedIn está voltada principalmente para a utilização de âmbito profissional.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado