Kiabi opta por outsourcing para processamento de salários

Com a subcontratação da plataforma de salários, os colaboradores da nova sucursal da marca francesa terão acesso directo às principais informações laborais.

 

kiabi_drA Kiabi decidiu usar os serviços de outsourcing da Seresco para processamento de salários e gestão da sua equipa em Portugal. O retalhista de moda está a reforçar a sua presença no país com  uma sucursal e duas novas lojas, a primeira das quais no fórum Sintra durante o mês de Março.

“Estamos a entrar num mercado novo (…) e há sempre especificidades na legislação que não podemos descurar. Por isso, era fundamental encontrarmos um parceiro”, assinala o director financeiro da Kiabi, Angelo Neves.

A escolha recaiu sobre a plataforma “Milena Personal”, um portal do empregado e interfaces com relógios de ponto. Este conjunto de soluções permite aos colaboradores o acesso directo às principais informações laborais, explica a Seresco em comunicado.

A subcontratação da gestão dos pagamentos dos colaboradores irá permitir à empresa “focar-se nesta etapa de expansão”, considera Rita Mourinha, directora de vendas da Seresco em Portugal.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado