Protocolo Microsoft/CIP implantado através das associações

As associações sectorias e regionais serão responsáveis pelo contacto directo com as empresas.

Paula Panarra e António Saraiva

Paula Panarra, directora-geral da Microsoft, e António Saraiva, presidente da CIP

O contacto directo com as PME, no âmbito do protocolo firmado entre a Microsoft e a Confederação Empresarial de Portugal (CIP), será feito pelas associações sectoriais e regionais ligadas à última.

As duas organizações vão em breve apresentar uma agenda programática detalhada desta iniciativa que tem como objectivo de acelerar a modernização do tecido empresarial português através da transformação digital.

Na passada sexta-feira, a Microsoft Portugal e a CIP assinaram um protocolo que visa “a sensibilização e a formação das empresas para a transformação digital, alinhado com o plano da iniciativa Indústria 4.0”, apresentado pelo Governo.

A agenda programática detalhada será apresentada em breve pelas duas organizações.

“O protocolo tem como objectivo alavancar a evolução tecnológica de todas as associações empresariais associadas da CIP, bem como de todas as empresas suas associadas”, explicaram ao Computerworld, porta-vozes das entidades subscritoras.

O universo de alcance potencial são as cerca de 115 mil empresas associadas da CIP, acrescentam as organizações. Segundo os mesmo porta-vozes, a iniciativa é “transversal a todos os sectores da economia”.

Segundo o protocolo de entendimento e cooperação, assinado por Paula Panarra, directora-geral da Microsoft Portugal e António Saraiva, presidente da CIP, a Microsoft irá criar uma rede de mentores que dará apoio aos associados da CIP, no seu processo de transformação digital.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado