Sana Evolution “antecipa” interactividade com hóspedes

O projecto de integração de equipamentos de controlo e TIC permite também à equipa do hotel gerir a partir de uma plataforma a rede de aparelhos de climatização.

hotel-sana-evolution-lisboaO Hotel Evolution Lisboa implantou com a Schneider Electric um projecto de integração de equipamentos e TIC, capaz de proporcionar interactividade antecipada aos hóspedes. Segundo João Carlos Gomes, director técnico do hotel os clientes conseguem definir através de uma aplicação móvel, o “cenário” (de lazer ou nocturno, por exemplo) com o qual é recebido no quarto.

A plataforma de suporte, com automação, foi desenvolvida em conjunto com o fabricante. Está integrada com um sistema centralizado de gestão SmartStruxure, da Schneider Electric, para controlo de iluminação e climatização nas áreas comuns e nos quartos do hotel.

Este componente de gestão técnica centralizada permite uma gestão integrada de centrais de ar condicionado, sistemas de energia e alarmes. “A factura de consumo energético ficou 35 mil euros abaixo do estimado,” avança João Carlos Gomes, director técnico do Hotel Evolution Lisboa. A poupança anual é de cerca de 40%, estimou a Schneider Electric.

De acordo com Fernando Ferreira, gestor sa unidade “EcoBuildings” da Schneider Electric adianta que “a inovação da solução SmartStruxure assenta na integração efectuada entre o Smartstruxure e os sistemas de gestão hoteleira, nomeadamente o sistema de check-in fidelio e IPTV.”

Mesmo em situação de mobilidade externa os responsáveis do hotel podem aceder a informação sobre o consumo energético das instalações e controlar, a posição de tapa-sóis, iluminação, temperatura do ar condicionado.

A partir de qualquer local será possível aos responsáveis do hotel aceder a informação sobre o consumo energético das instalações e controlar, de acordo com a meteorologia, ocupação do hotel e situação de cada quarto, a posição dos tapa-sóis, iluminação, temperatura do ar condicionado, entre outras variáveis que afectam a eficiência energética.

No todo, o investimento no grupo no Evolution Lisboa ascendeu a 40 milhões de euros.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado