Vítor Rodrigues na consultoria para cloud computing

Executivo co-fundou a Magic Beans, focada em serviços para implementação de projectos com recurso à cloud, negócio no qual vai revender oferta de parceiros.

Vitor Rodrigues Dir-geral da Oracle Portugal por JPN

Vitor Rodrigues, CEO da Magic Beans

O ex-director-geral da Oracle Portugal, Vítor Rodrigues, é o sócio fundador e CEO de uma nova empresa, para já focada no mercado de cloud computing em Portugal. Com a Magic Beans quer abordar um segmento cujo valor atingirá o valor de 125 milhões de euros anuais e taxas de crescimento de 30%.

Mais especificamente, a empresa vai dedicar-se a serviços de consultoria na implantação de projectos com recurso a cloud computing, disse fonte da empresa ao Computerworld.

“Queremos colocar o know-how de uma rede nacional e internacional de especialistas em cloud, ao alcance das empresas portuguesas para que estas possam proceder a uma verdadeira transformação digital dos seus negócios e alcançar assim novos patamares de competitividade e beneficiar das novas oportunidades e dos novos negócios que a cloud desbloqueia”, diz em comunicado.

A organização aposta em transmitir “as melhores práticas e metodologias de transformação digital alicerçada na cloud” acrescenta.

Na última edição do Expresso, o gestor avançou ter a expectativa de que a organização facture perto de 900 mil euros no primeiro no primeiro ano de actividade.

O CEO conta terminar o ano de 2017 com 12 pessoas na sua equipa.

“A adopção da cloud, que está no coração da transformação digital em curso (…), o que implica uma alteração a partir de dentro das organizações e trabalhar os alicerces, as estratégias, os processos, os recursos e as ferramentas e não apenas a adoção da cloud como uma mera nova tecnologia”, explica Vítor Rodrigues.

O CEO conta terminar o ano de 2017 com 12 pessoas na sua equipa.

Entre Setembro de 2015 e Dezembro de 2016 Vítor Rodrigues foi liderou a unidade de cloud computing da Microsoft, em Portugal. Antes dirigiu a operação da Microstrategy no país e para os PALOP, entre Abril de 2014 e Setembro de 2015 de depois de gerir a Oracle durante dois anos. Entrou nesta organização em 2005 e desempenhou várias outras funções.

Vítor Rodrigues foi ainda director executivo da Meta4 Portugal.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado