SparkleIT avança com software para a construção civil

A startup de Viana do Castelo propõe tecnologia disponibilizada online para gestão de empreitadas e incidentes associados.

pedro-vaz-alves_ceo-da-sparkleit

Pedro Vaz Alves, director-geral da SparkleIT

Liderada por Pedro Vaz Alves, a SparkleIT passou a comercializar recentemente o seu software, Assister, para a administrar empreitadas de construção civil. Disponibilizado online serve para controlar e gerir custos custos e prazos da obra, com uma aposta diferenciadora na gestão de incidentes.

Segundo o director-geral da empresa, esta procura angariar os seus primeiros clientes mas desenvolve já projectos-piloto em duas construtoras, em França e Portugal. A startup caracteriza a sua oferta como um software capaz de interligar os vários intervenientes nas obras por computador, tablet ou smartphone.

A plataforma foi concebida para clarificar os dados transmitidos entre promotores, empresas executantes, subempreiteiros e o cliente. Assim o software deverá promover a detecção e resolução ágil de problemas, além de antecipar planos diários de trabalho.

Pode ser utilizado offline em zonas remotas do planeta e pode ser configurável para a natureza específica dos projectos, diz um comunicado. “Conhecemos bem o ramo da construção, que agora encontra resposta para as dificuldades mais comuns, como incidentes em obra, problemas de comunicação e atrasos na execução”, refere Pedro Vaz Alves.

O Assister servirá para evitar derrapagens nos prazos de entrega da obra, segundo a SparkleIT.

O mesmo acredita que a solução ”poderá revolucionar o setor da construção”, com poupanças de custos e aumento de segurança e “acabando com derrapagens nos prazos de entrega da obra”.

Pedro Vaz Alves formou-se em engenharia de sistemas e informática na Universidade do Minho. Tem 36 anos e foi gestor de tecnologias de informação da Euromib, consultor tecnológico do BCP.

Juntamente com a liderança da SparkleIT, acumula o cargo de director na Vamtech e de gestor de desenvolvimento na Société Gestion Investissement.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado