Justiça confirma Carlos Cabreiro como director da UNC3T

Coordenador na Polícia Judiciária, o profissional liderava a secção de investigação da Criminalidade Informática desde 2009.

PJ - CMLisboaA ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, nomeou em despacho no início de Dezembro, Carlos Cabreiro para o cargo de director da Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica (UNC3T), da Polícia Judiciária.

O coordenador de investigação criminal já liderava a secção para investigar a criminalidade informática desde 2009, recorda a nota publicada em Diário da República, na última quarta-feira.

Está na Polícia Judiciária desde 1992 e em 1998, passou a coordenar a secção de investigação da criminalidade informática e de telecomunicações (SICIT) em acumulação com a brigada de investigação do branqueamento de capitais do crime económico internacional (BIBCEI). Restringiu-se à coordenação da primeira a partir de 2001 até 2005, ano em que passa a ser sub-director nacional adjunto na direcção central de investigação da corrupção e criminalidade económica e financeira (DCICCEF).

Carlos Cabreiro é licenciado em direito pela Universidade Autónoma de Lisboa, com pós -graduação em guerra de informação pela Academia Militar. Representou o ministério da Justiça, na comissão instaladora do Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) em 2012.

A UNC3T foi criada em Outubro do corrente ano.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado