Dell empenhada em proteger relação com o cliente

Um pouco mais de 600 empresas constituem o universo de clientes em comum entre as antigas EMC e Dell. Para 1 Fevereiro de 2017 está previsto o arranque mais estruturado do negócio da nova organização.

isabel-reis-e-goncalo-ferreira_dell-emc

Isabel Reis e Goncalo Ferreira, da Dell Tecnologies

Manter a base instalada, promover as vendas cruzadas (“crosselling”) de produto, mas também conquistar quota de mercado são os “trabalhos” da equipa unificada da Dell Technologies em Portugal. Mas de modo transversal a todos, a protecção da relação de confiança com o cliente será a prioridade maior.

Pelo menos assim sugeriu o discurso de Isabel Reis e Gonçalo Ferreira. numa conferência de imprensa. O pretexto eram as novidades da conferência DEll EMC World, realizada na semana passada, mas estado de evolução da fusão da estrutura da EMC e da Dell, em Portugal, foi tema dominante.

A 1 de Fevereiro é a data marcada para o início de nova etapa na vida da Dell Technologies já com o organigrama de cargos e responsabilidades claro, definido e um foco mais estruturado no mercado, explicou Isabel Reis, responsável pela actividade da subsidiária Dell EMC Portugal (antes EMC Portugal). As equipas já funcionam em conjunto, mas por exemplo os planos de compensação em comissões ainda são separados.

O universo de clientes em comum abordados pelas empresas antes da fusão ultrapassa os 600, estima Isabel Reis, para quem o potencial de crescimento da nova organização é grande. A Dell tem a sua base instalada mais no segmento das médias empresas e administração pública, enquanto a Dell EMC está mais nas utilities, banca e telcos.

A Administração Pública merece atenção específica, com a Dell EMC a procurar aproveitar a posição da Dell. Sobretudo para fazer valer melhor os seus argumentos junto dos gestores públicos, num mercado particularmente difícil para comercializar armazenamento, em parte devido aos longos de ciclo de venda.

Nenhum dos responsáveis prevê a necessidade de fazer despedimentos, face à complementaridade dos efectivos. Antes pelo contrário, enfatizou Gonçalo Ferreira.

Mas esta vontade não suplanta as “directrizes” internacionais do grupo, ressalvaram. Contando com os recursos subcontratados, a Dell EMC congrega perto de 45 pessoas, enquanto a Dell tem cerca de 100 profissionais.

A dispersão de foco resultante da fusão não chega a ter resultados negativos, garante a responsável. A ideia foi reforçada por Pedro Gonçalves, gestor de serviços da Dell: o negócio de equipamento de centros de dados, que inclui cloud computing cresceu 20% no último trimestre.

A estratégia para o segmento de cloud computing passa por a Dell ser o corretor de cloud computing, embora o fabricante pareça querer manter os seus serviços em datacenters de terceiros, no Porto e Lisboa. Trata-se de poder oferecer uma oferta complementar, mas que não será alvo de grande enfoque, garante Gonçalves.

Neste quadro, a Dell pretende aplicar-se em suportar a portabilidade das cargas de trabalho entre foncedores de cloud ‒ AWS, Microsoft ou IBM ‒ com ênfase em tecnologias Openstack, explicou Vítor Batista da Dell EMC. Haverá uma aposta mais firme, nos serviços de grau superior da Virtustream (empresa do grupo), dos quais já são clientes três empresas portuguesas, com sistemas SAP em cloud.

Novo programa de canal a 1 de Fevereiro

No canal resultante da fusão há 37 parceiros mais activos, e apenas dois com certificações para as tecnologia da Dell e Dell EMC. Um conjunto de 17 é de primeiro nível e mantêm relação mais próxima com a Dell e dos 20 restantes, são de primeiro nível da Dell EMC. A 1 de Fevereiro esta empresa vai seguir um novo programa canal para os parceiros, mantendo as certificações.
Em resumo terá as seguintes características:

‒ modelo centralizado ecléctico conjugando características dos programas anteriores;

‒ disponibilidade de um portal para parceiros com single sign-on, um registo de negócios único e um “Line of Business Incumbency Program” para armazenamento.

‒ A mesma formação a que as nossas equipas comerciais têm acesso;

‒ Estratégia anual com uma análise de conformidade a meio do ano;

‒ os parceiros vão ter acesso aos limites dos níveis de parceria em Dezembro;

‒ as recompensas do programa focam-se em novos negócios e serviços, assim como na venda do novo portefólio.

Expansão da oferta de convergência

Durante a Dell EMC World, o fabricante anuncia a expansão do seu portefólio de sistemas de convergência: os servidores PowerEdge serão disponibilizados integrados com as VxRail Appliances e com a infra-estrutura híper-convergente VxRack System 1000 (Hyper-Converged Infrastructure.
A família VxRail Appliance passam a ter configurações suportadas pelas recentes Intel Broadwell Platforms, por tecnologias VMware vSphere e VMware VSAN, e servidores PowerEdge.
O VxRack System 1000, o sistema hiper-convergente para suporte rack com equipamento de rede Spine-Leaf no topo e opções SDN, assenta agora nos servidores PowerEdge R630 e R730xd.

Mais soluções de financiamento

Além de produtos, a Dell EMC revelou a expansão do seu portefólio Dell Financial Services (DFS), com soluções de pagamento para complemento dos serviços Dell EMC. A Dell EMC anunciou a disponibilização das inovadoras OpenScale Payment Solutions, integradas nos Dell Financial Services (DFS). O novo portefólio combina o Dell Scale Ready com as soluções flexíveis de pagamento EMC OpenScale para ajudar os clientes a investirem em infra-estruturas de TI e em competências digitais.

O leque dos serviços inclui por exemplo a opção de pagamentos definidos ao longo de período de tempo ajustados ao orçamento do cliente. “Os clientes recebem e instalam o equipamento imediatamente, e podem definir um plano de pagamentos que começa com um valor baixo e que vai aumentando à medida que o negócio cresce”, promete a empresa.

Noutra solução, os clientes podem adquirir tecnologia ao longo do tempo
através de um plano corrente, de ciclos de implementação e pagamento, com tempo para configuração e implementação da tecnologia antes da data de vencimento dos pagamentos.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado