Amnistia Internacional denuncia compromisso reduzido de redes sociais com a privacidade

A organização avisa que Snapchat, Skype, Wechat e Blackberry Messenger não fazem a encriptação de comunicação extremo-a-extremo.

redes-sociaisA Amnistia Internacional acaba de publicar um estudo no qual analisa o grau de respeito pela privacidade e liberdade de expressão de diferentes aplicações de mensagens. Nele denuncia denuncia que a Snapchat, Skype, Wechat e o Blackberry Messenger, não encriptam as comunicações de extremo a extremo.

A organização insiste nesta prática de segurança e assinala que a maioria das empresas tecnológicas não conseguem garanti-la para protecção dos utilizadores. O porta-voz de Amnistia Internacional declarou que “os activistas dependem da cifra para poder proteger-se da espionagem de autoridades e é inaceitável que empresas tecnológicas exponham as pessoas ao perigo, sem agir como devem, tendo em conta os riscos para os direitos humanos”.

Ainda no relatório, a AI destacou Whatsapp, Facebook Messenger, iMessage e Facetime, como serviços de mensagens que utilizam a encriptação de dados segura.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado