Portugal Ventures financia proGrow

A startup desenvolveu um sistema para facilitar gestão de produção de fábrica e o investimento constitui uma aposta do organismo público na vaga de desenvolvimento da Industria 4.0.

marco-tchan-carvalho_ceo-da-progrow

Marco Tschan Carvalho, CEO da proGrow

A Portugal Ventures seleccionou a proGrow para atribuir novo financiamento público, sob a forma de capital de risco. A startup desenvolveu uma plataforma de Internet para o sector da indústria fabril, centrada nos desafios de produzir mais com menos recursos.

O sistema foi concebido para facilitar a recolha, monitorização e gestão da informação sobre produção incluindo o suporte a metodologias de melhoria contínua.  “Toda a gestão da produção é centralizada num só dispositivo que permite não só identificar as perdas de eficiência produtiva, como também potenciar a comunicação entre as diferentes equipas de trabalho na execução das suas acções de melhoria e consequente aumento dos seus resultados produtivos”, explica um comunicado.

“O nosso desafio passa agora por garantir a melhor distribuição do proGrow independentemente da localização ou dimensão da área fabril em questão. Esta parceria com a Portugal Ventures vem de encontro à nossa estratégia de crescimento. Em conjunto conseguimos responder de forma mais célere ao mercado e assim disponibilizar a nossa plataforma de melhoria contínua de forma simples e eficaz”, espera Marco Tschan Carvalho, co-fundador e CEO da proGrow.

O CEO da Portugal Ventures, Celso Guedes de Carvalho, explica que o novo investimento “faz parte da resposta aos desafios da indústria 4.0, que aposta em startups com soluções e ferramentas que potenciem valor ao sector da indústria”.  O responsável destaca a capacidade da plataforma inteligente de gestão da produção, da proGrow, de numa única imagem e em tempo real, permitir a monitorização e avaliação de toda a informação do chão de fábrica de uma empresa.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado