Ter um taxímetro mais “inteligente” pode ajudar taxistas

A disponibilidade de um carregador para telemóveis também seria apreciado pelos clientes, de acordo com um estudo da Tangível e Spark2D.

TaxiO custo não é um aspecto determinante, mas sim a percepção sobre a honestidade do condutor, e a transparência do serviço, para as pessoas optarem pelos serviços de motoristas associados à Uber, dizem a Tangível e a Spark2D. Mas a componente tecnológica também é importante para os clientes até aos 45 anos de idade, segundo um inquérito no qual as consultoras se basearam.

A partir das respostas de 5000 inquiridos notam que a existência de um taxímetro mais inteligente e interactivo é vista como mais-valia, se apresentar, além do custo, informações e serviços úteis para o passageiro. Depois evidenciam-se ainda pequenos detalhes.

Um carro levemente perfumado, sem odores de tabaco, o volume do rádio mantido baixo, uma temperatura interior amena, a disponibilidade de uma carregador para telemóveis, o silêncio do taxista e a sua maneira de estar, fazem a diferença. O estudo contou com a participação de utentes de táxis em todo o país, mas com especial incidência nas regiões da grande Lisboa e do grande Porto.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado