Governo aprova criação de unidade anti-cibercrime

A estrutura operacional da Polícia Judiciária será designada por UNC3T, sendo inspirada no modelo do European Cybercrime Center.

hacker_segurancaO Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira o decreto-lei para criar formalmente a Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica (UNC3T) na estrutura da Polícia Judiciária. O objectivo é dotar a autoridade com uma unidade operacional especializada, capaz de dar “resposta estrutural, preventiva e repressiva ao fenómeno do cibercrime e do ciberterrorismo”, diz o comunicado do conselho.

O mesmo adianta que será adoptado o modelo seguido pelo European Cybercrime Center(EC3), da Europol.

Para a criação e definição das competências da UNC3T foram consultados o Conselho Superior da Magistratura, o Conselho Superior do Ministério Público, a Comissão Nacional de Protecção de Dados e a Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado