Equipas do inRes 2016 já estão nos EUA

Empreendedores da All in Surf, Helppier, Smart Insole e Tactile Wireless vão estar sete semanas na comunidade de empreendedorismo da Carnegie Mellon.

CMU_Hamerschlag_Hall-CMU_Wikimedia CommonsA edição de 2016 do inRes iniciou na semana passada, a fase em que as equipas de empreendedores vão estabelecer contactos com a comunidade de empreendedorismo associada à Carnegie Mellon University (CMU). A iniciativa de aceleração de negócios vai desenrolar-se em torno de quatro equipas /startups  – All in Surf, Helppier, Smart Insole e Tactile Wireless -, até Novembro, durante sete semanas.

No topo dos objectivos, além do desenvolvimento de contactos estará a capacitação dos participantes e na afinação dos conceitos de produto/serviço e de negócio. Os participantes vão ter a oportunidade de participar em conferências de relevo internacional, o que lhes irá permitir reforçar a sua visibilidade e capacidade de networking, diz um comunicado do Programa Carnegie Mellon Portugal.

Além da experiência na cidade de Pittsburgh (onde está sedeada a Carnegie Mellon University), em 2017, os empreendedores terão a oportunidade de regressar aos Estados Unidos para realizar uma imersão de uma semana no ecossistema de Silicon Valley.

“Forçosamente, queremos sair da nossa zona de conforto para absorver a cultura norte americana e desbravar o mundo dos negócios,” refere Márcio Borgonovo-Santos, da All in Surf, de. A All in Surf aplica às actividades desportivas de deslize aquático tecnologia que maximiza a eficácia e facilita a aplicação prática de múltiplas medições. Seja através da melhoria dos treinos, dos materiais ou dos equipamentos, a All in Surf procura sempre o aperfeiçoamento da prática desportiva.

As expectativas de Daniela Lopes e Marco Garcia, da Helppier, são “bastante elevadas“. A participação será para eles “uma excelente oportunidade para explorar novos mercados relacionados com o customer care e para conhecer um ecossistema único de networking, especialistas, investidores e potenciais clientes nos Estados Unidos”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado