8 competências adicionais para gestão de projectos de TI

O perfil profissional dos gestores tem de incluir valências de outras áreas, como as de negócio ou de estratégia.

projeto-CIO-BrasilA preparação profissional dos gestores de projecto de TI pode ser inquestionável do ponto de vista das competências reais no universo digital. Mas e em relação àquelas que deve ter noutras áreas, como as negócio ou estratégia? É possível identificar pelo menos oito qualidades necessárias adicionais para ser um bom gestor de projectos, na área.

1 ‒ Saber ouvir. “Por detrás de cada projecto com êxito há um responsável que sabe ouvir”, declara Jelissa Brooks, directora de projectos da Creative Juice, empresa de “webdesign”. “Saber ouvir é fundamental para a aprendizagem e o relacionamento, seja com clientes como com a equipa. Possibilita colocar as questões adequadas para conhecer o cliente e as suas necessidades, e definir um projecto relevante”.

2 ‒ Organização. De acordo com José Tijam, chefe de projecto na Health Net/Cetene, existem muitos elementos variáveis nos projectos, que justificam ter directores de projecto, “para fazer o acompanhamento de todas as tarefas, problemas, decisões, elementos a considerar, fases do projecto e entregas”.

3 ‒ Ter atitude proactiva. Para Rosie Brown, directora da Sterling Communications, “a proactividade é obrigatória”. A especialista em relações públicas no sector TI explica que “o papel do gestor é liderar, mas também organizar a equipa, o programa de trabalho e o resto”. Assim, Brown alerta: “o maior perigo é ter um chefe de projecto autocentrado e indulgente”.

4 ‒ Estar atento. “A percepção sobre os pormenores é fundamental”, reconhece Charles Studt, vice-presidente de marketing da Redbooth. “A capacidade de não se guiar pelo óbvio, seja em qualquer um dos aspectos, grandes ou pequenos, acaba por ser determinante para o projecto”, explica para sublinhar que, “no entanto esta atenção não pode distrair o gestor do grande objectivo do projecto, nem dos resultados”.

5 ‒ Ser um comunicador eficaz. Parece bastante lógico que em projectos de TI, regra geral complexos, a capacidade de comunicar seja imprescindível para se ter êxito. Há quem considere, inclusive, que este será o principal papel do director de TI. “Ultrapassa em importância as outras qualidades” destaca Ted Carlson, director de Nerdery, empresa de desenho e desenvolvimento de software feito a medida.

6 ‒ Ter capacidade para delegar. “Os bons gestores têm noção da impossibilidade de uma única pessoa fazer tudo” diz Ginny Woolridge, da ArcherPoint. “É necessário delegar trabalho para potenciar a força da equipa”.

7 ‒ Jogar com antecipação em relação aos problemas. “É necessário antecipar o que pode correr mal, quais são as necessidades do cliente, ou determinar o desempenho da equipa”, acrescenta Rachel Bogan, directora de gestão de produtos na Work&Co, empresa de desenho digital. “Se o gestor não estiver mais à frente [na evolução do projecto] e ficar paralisado, o mais previsível é que o projecto se afunde. Os bons gestores antecipam o futuro e fazem cálculos sobre caminhos a seguir em diferentes cenários”, declara Woolridge.

8 ‒ Flexibilidade. Está na moda, ter capacidade de adaptação às circunstâncias. No caso do líder de projecto pode ser uma característica definitiva para o êxito da empresa.

É necessário saber lidar com a contrariedade, manter a compostura face para o resto da equipa baixar os braços, e ao mesmo tempo encontrar soluções para as dificuldades, incluindo mudanças de orientação caso for necessário.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado