Procura de profissionais de open source aumenta

À escala mundial quase dois terços das empresas tencionam aumentar a contratação de recursos humanos com competências em código aberto.

Jim Zemlin_Linux Foundation_dest

Jim Zemlin, director executivo da Linux Foundation

Cerca de 87% dos gestores estão a procurar contratar profissionais de open source, diz um estudo realizado por Dice e Linux Foundation. No entanto a mesma percentagem dos quase 5000 profissionais entrevistados para o estudo Laboral Open-Source 2016 considera que o talento na área não está ao alcance de todos.

O estudo mostra que quase dois terços das empresas abrangidas estão a planificar aumentar a contratação de profissionais com competências naquela tecnologia, ultrapassando outras. Perto   59% tem já planos definidos para a incorporação de perfis técnicos.

Para conseguir uma carteira de profissionais competentes, 79% dos directores de recursos estão a aumentar incentivos, de maneira a manter os seus actuais trabalhadores.  43% avançam com condições mais flexíveis de desempenho, como o tele-trabalho.

“O desenvolvimento de projectos em código aberto vai obrigar os profissionais a actualizações de competências, seja de conhecimento como de experiência, que incluem DevOps e redes”, declarou Jim Zemlin, director executivo de Linux Foundation, através de um comunicado.

Nesta procura de talento tecnológico e conhecimento destacam-se duas áreas :  Openstack e a cloud computing. 51% dos inquiridos assinala as competências em cloud computing como o aspecto mais importante na hora de contratar profissionais especializados em código aberto, ultrapassando a tecnologia de redes (21%).




Deixe um comentário

O seu email não será publicado