Opensoft factura 3,8 milhões de euros

O volume de negócios cresceu 35% e a empresa prevê contratar dez novos profissionais durante 2016.

José Vilarinho_CEO da Opensoft

José Vilarinho, CEO da Opensoft

A Opensoft quer entrar em novos mercados europeus, depois de ter alcançado um volume de negócios de 3,8 milhões de euros, em 2015, um crescimento de 35%. A empresa conta actualmente com 60 colaboradores e pretende contratar 10 novos recursos em 2016.

O negócio em projectos de automatização e optimização de processos, uma das áreas de especialização da organização, foi um dos factores de crescimento da actividade da empresa. Destacam-se aqueles de clientes na administração pública e banca, em Moçambique.

Para 2016, a empresa quer reforçar a sua posição na indústria fabril e explorar novos negócios na administração pública e na banca, explorando a sua experiência neste sectores, revela José Vilarinho, CEO da empresa. “Estamos a avaliar oportunidades no mercado europeu, nomeadamente na área da administração pública/finanças, onde a empresa detém maior know-how e experiência”, acrescenta o CEO.

Um comunicado da empresa refere ainda o crescimento de 55% da facturação relativa ao Weventual, um sistema de gestão de inscrições online desenvolvido pela Opensoft.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado