Marcelo realça capacidade de startups se ligarem a empresas “poderosas”

Durante o relançamento do programa Ativar Portugal, da Microsoft, o Presidente da República alimenta ambição de em 2020 serem criadas 200 novas empresa por dia.

Marcelo Rebelo de Sousa_Presidente da Repúblic a

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República (à esquerda)

A Microsoft distinguiu nesta quarta-feira, a Talkdesk, como startup do ano do seu programa Ativar Portugal, assim como a Caixa Capital, nomeada agente com mais impacto na comunidade dessas jovens empresas. Numa breve intervenção, durante a cerimónia, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, sublinhou a importância de as startups terem capacidade de se ligarem a empresas “poderosas” do sector tecnológico mundial, como o referido fabricante, para singrarem.

Pouco antes, considerou fundamental a “ideia de nearshore” como factor de atracção de investimento estrangeiro para Portugal, particularmente no sector das TIC. O recém-eleito estabeleceu como “sonho” possível o de nascerem 200 startups por no país, em 2020.

A ambição pode ser associada a uma “revolução silenciosa” notada pelo Presidente, assente num processo com 20 anos, de mudança no tecido económico e que está a acelerar nos mais recentes, segundo o governante.  Marcelo Rebelo procurou destacar ainda o “efeito indutor” benéfico e dinamizador de haver uma maior massa crítica de startups no país.

Citado em comunicado do fabricante, um estudo da Dun & Bradstreet de Março de 2016 reconhece 2,5% das startups portuguesas, com menos de um ano, como sendo de base “tecnológica”. Tal como perto de 2,4% das micro-empresas jovens (como idade entre um e cinco anos)

Durante o relançamento do programa Ativar Portugal, a Microsoft revelou ter apoiado mais de 100 startups portuguesas de base tecnológica, durante 2015. Um breve balanço diz que promoveu mais de 310 reuniões entre as organizações e potenciais parceiros.

Para o evento estavam previstas 250 novas reuniões rápidas, em modelo de “Business Speed Dating”. Na actual edição do Ativar Portugal vão participar novas startups referidas no guia “Portugal Startups Spotlight 2016”.

A actividade do programa estará focada na internacionalização. Antes do actual programa a acção da Microsoft na área do empreendedorismo organizava-se sobretudo em torno do programa BizSpark, com o qual de 2008 já apoiou cerca de 1300 startups em Portugal.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado