GTI compra a Diode

As duas empresas vão funcionar de forma independente

acordo-morguefileA GTI adquiriu a Diode, propriedade do Banco CEISS, para complementar o seu portefólio de serviços e soluções. A operação prevê que ambas empresas permaneçam como entidades independentes.

O valor acrescentado da Diode reside na sua especialização, prevendo-se sinergias financeiras e optimização na subcontratação de serviços das duas empresas ao pertencer ao mesmo grupo, justifica um comunicado. Assim, apesar do processo de aquisição, o actual director-geral da Diode, Agustín Alarcón, deverá permanecer no cargo.

A operação de compra irá também ter reflexos a nível internacional. As duas organizações têm uma presença consolidada no mercado português, onde irá ser reproduzido o modelo de operação como empresas independentes.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado