UIT divulga normas para Big Data

Os resultados do trabalho desenvolvido surgem tarde, diz um analista da Gartner.

Big data_idg_id-2966776-binary4-100605167-large

A União Internacional de Telecomunicações (UIT) anunciou na passada sexta-feira as suas primeiras normas para Big Data, resultado de um trabalho inserido na promoção da cooperação global em várias áreas técnicas.

A publicação das regras surge tarde, diz Alan Duncan, director de pesquisa na Gartner, porque o mercado já avançou com as suas próprias normas.

As da UIT detalham os requisitos, capacidades e usos de Big Data baseados em cloud computing, visando que os seus benefícios possam ter alcance a uma escala global. Também descreve como os sistemas de cloud computing poderão ser aproveitados para fornecer serviços de Big Data.

São delineadas as recomendações e os requisitos para a recolha de dados, visualização, análise e armazenamento, entre outras áreas, juntamente com as considerações de segurança. Não é totalmente claro se as especificações adicionam substancialmente mais sobre aquilo já estabelecido por fornecedores no mercado.

“Estamos um pouco cépticos quanto a normas internacionais no espaço dos dados”, disse Alan Duncan. “Com efeito, não temos visto nenhuma delas com grande adopção”.

“As razões para haver normas é tornar os sistemas interoperacionais, mas em Big Data isso já aconteceu num plano prático, impulsionado pela necessidade de as soluções de fornecedores serem capazes de trabalhar em conjunto”, nota.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado