Previsões na segurança para 2016

Atenção ao ransomware, acesso a dados pessoais, “ad-blocking”, vulnerabilidades nos Mac e à insegura IoT.

seguranca - Intego

A Intego, empresa de software de segurança para a plataforma Mac, revelou as suas cinco tendências para a segurança informática, que devem marcar o próximo ano.

Segundo a empresa, o ransomware lidera a lista por “ser uma abordagem popular e lucrativa para os cibercriminosos nos últimos anos”, que deverá “tornar-se um método mais amplamente utilizado para extorquir vítimas”.

Seguem-se as violações de dados. À medida que cresce “o número de elos fracos na segurança, ao lado da maior utilização do dispositivo móvel, mais cibercriminosos vão querer dados que podem potencialmente prejudicar a reputação de um alvo”.

Em terceiro, surge o “ad-blocking”. Estas ferramentas de bloqueio de anúncios serão mais adoptadas pelos consumidores, à medida que cresce a procura pela privacidade e com o aumento dos ataques de “malvertising”. Isto vai “afectar os modelos de negócios da publicidade, mas também acabar com os ‘malvertisements'”, e, “por sua vez, os anunciantes vão procurar novas maneiras de anunciar online e os cibercriminosos serão forçados a inventar novas maneiras para atacar vítimas”.

“Mais vulnerabilidades no OS X foram descobertos em 2015 do que em qualquer outro ano anterior”, nota a Intego relativamente às vulnerabilidades nesta plataforma. “À medida que cresce o mercado dos Mac, mais os olhos estão focados na plataforma e prevemos que 2016 verá a descoberta de mais vulnerabilidades e um aumento nas potenciais ameaças”.

Por fim, a insegura Internet das Coisas será um problema, quando “mais dispositivos se conectem online (incluindo televisores inteligentes, aparelhos de som, iluminação, sistemas de segurança em casa e até mesmo frigoríficos)”. A razão é que “estes dispositivos desprotegidos vão tornar-se um alvo maior para os cibercriminosos que procuram obter passwords e outros dados de identificação pessoal”.


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado