Anturio factura 1,1 milhões de euros em 2015

O negócio da empresa cresceu 50% no mercado português mas, em 2016, o parceiro de valor acrescentado da PHC quer apostar nos mercados externos.

Duarte Freitas_CEO da Anturio

Duarte Freitas, CEO da Anturio

A Anturio revela ter facturado 1,1 milhões de euros durante 2015, um milhão só no mercado português, em que cresceu 50%. No entanto, presente em Angola, Moçambique e no Brasil, a empresa pretende reforçar a internacionalização do seu negócio, sobretudo no mercado moçambicano, durante 2016.

Em 2014, a Anturio registou um volume de negócios global de 700 mil euros e, para 2015, previa atingir uma facturação de 1,2 milhões de euros. O revendedor de software PHC, com valor acrescentado, diz ter já feito um “forte investimento” na operação em Moçambique, mas quer fazer ajustes.

Quando abriu a operação em Moçambique, a Anturio esperava facturar perto de 200 mil euros, já em 2015. “Apostámos num novo escritório, numa nova equipa e aprendemos muito durante o ano, pelo que vamos ajustar a estratégia, em 2016, para podermos prestar um serviço ainda melhor aos nossos clientes e obter ainda melhores resultados”, explica Duarte Freitas, CEO da Anturio.

O responsável classifica a carteira de clientes naquele mercado como sendo “significativa”.

Entre os novos clientes angariados durante 2015, estão sobretudo “grandes empresas na área da construção e focadas na exportação”, afirma Duarte Freitas.

A presença da empresa na Madeira também foi alvo de aposta, com novas instalações, uma nova equipa e novas funções, sobretudo de suporte a alguns dos maiores clientes da empresa, diz um comunicado.

Entre os novos clientes angariados durante 2015, estão sobretudo “grandes empresas na área da construção e focadas na exportação”, afirma Duarte Freitas. “É uma das áreas que dominamos (…), pelo que é com naturalidade que vamos angariando novos clientes, como a Rodio Portugal e a Tecnicontrol”, sustenta o CEO.

Nos novos projectos, destacam-se aqueles que implicam soluções verticais da Anturio, sobretudo as relacionadas com o conceito de ERP Web Online, avança o comunicado.

Empresa quer chegar aos 1,5 milhões de euros em 2016

Os planos da Anturio prevêem que a empresa atinja um volume de negócios de 1,5 milhões de euros de facturação em 2016. Tenciona também contratar mais seis pessoas.

Como sustentáculos do crescimento, a empresa conta com a implantação de soluções de mobilidade e novos negócios “nas várias áreas onde actua”.

Em Moçambique, a Anturio pretende consolidar investimentos mas também apostar numa equipa de vendas especializada e num novo escritório.

“Está também em cima da mesa o plano de expansão de projectos na Europa e no Médio-Oriente com outro tipo de soluções. Teremos novidades para meados de 2016”, prevê.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado