Tablets em queda mas não nas empresas

Em três anos, apenas 9% dos utilizadores terá um tablet da empresa. Política de BYOD será preponderante.

nexus 9 - Google

As encomendas globais de tablets caíram 20% nos últimos trimestres e a tendência não parece estar para desaparecer mas, no local de trabalho, o uso destes dispositivos ainda está a crescer, pelo menos nos EUA

Um inquérito a 300 empresas norte-americanas, concluído em Setembro pela analista J. Gold Associates, determinou que o número de empresas que têm mais de metade da sua força de trabalho a usar tablets vai crescer até 155% nos próximos três anos.

“Isto indica uma forte tendência de alta”, disse a empresa num relatório a que o Computerworld teve acesso.

O estudo também perguntou sobre se a empresa planeia contar com os trabalhadores que fornecem os seus próprios tablets sob um cenário Bring Your Own Device (BYOD ou traga o seu próprio dispositivo).

Cerca de 12% das empresas conta actualmente com a BYOD para quase todos os seus usos de tablets, um número que crescerá para 21% a três anos – uma taxa de crescimento de 78%. Em comparação, mais 9% desses grandes utilizadores de tablet estará a usar dispositivos fornecidos pela organização.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado