JP-IK faz spin-off de operação

A JP – mobile workforce (JP-MW) assenta numa nova sociedade de capital misto com a inglesa Tetratab, para fornecer equipamentos a forças de trabalho móvel com soluções integradas.

JPSaCoutoA JP – inspiring knowledge (JP-IK) fez “spin-off” do seu negócio focado no fornecimento de equipamentos de TIC para empresas com grandes forças de trabalho móveis. A nova empresa, JP – mobile workforce (JP-MW), nasce de uma sociedade de capital misto, partilhado entre a JP-IK, accionista maioritário, e a inglesa Tetratab.

O “spin-off” aproveita a relação de parceria desenvolvida entre as duas empresas desde 2012. “O projecto de re-adaptação do antigo computador Magalhães para equipar veículos de forças policiais inglesas,(…) o ‘PoliceCar of the Future’ (“Carro da Polícia do Futuro”) ditou a relação estratégica que culmina na criação da JP – mobile workforce”, ilustra um comunicado.

A sede da JP-MW será em Lisboa e escritórios no Reino Unido e África do Sul. Na implantação dos seus projectos, conta com parceiros de renome como a Microsoft, Huawei, General Motors, Airbus, BMW, Toyota, Vodafone UK e O2, diz um comunicado.

A nova empresa terá como centro de actividade “o desenvolvimento e entrega de soluções que aumentem a produtividade e eficiência de forças de trabalho móvel, assegurando as condições de conectividade, bem como a integridade, fiabilidade e segurança máxima dos dados”. A maioria das soluções destina-se à implantação directa em veículos, com dispositivos preparados com maior robustez e ergonomia específica.

“A JP-MW apresenta-se como uma oportunidade fantástica para combinar as valências técnicas da Tetratab e o sucesso da JP-IK na entrega de soluções globais em mercados críticos”, declara Robert Lovelace, fundador e CTO da Tetratab. A  JP-IK espera contar com o conhecimento técnico da Tetratab, no campo da conectividade e equipamentos móveis robustos.

 

A JP-IK diz estar “cada vez mais focada na constituição de novas empresas para o grupo, através de ‘spin-offs’ tecnológicos.”

 

“Hardware, software, conectividade e infra-estrutura são os quatro pilares dos projetos desenhados pela JP-MW. Ao combinarmos todos estes factores, entregamos as melhores ferramentas de gestão e colaboração”, sustenta João Paulo Sá Couto, presidente executivo da JP-IK.

A JP-IK diz estar “cada vez mais focada na constituição de novas empresas para o grupo, através de ‘spin-offs’ tecnológicos.” Mas não adiantou em que áreas.

Vários projectos “na estrada”

Um comunicado confirma que os principais clientes da JP-MW são entidades como as forças policiais, serviços de emergência, forças militares, empresas de transportes e multinacionais com forte componente comercial.

Entre os projectos já implementados pela operação, o fabricante destaca:

‒ o da polícia nacional romena, envolvendo 150 veículos com sistemas móveis de terminais de dados;

‒ a cooperação com um fundo de desenvolvimento das Nações Unidas, na implantação de infra-estrutura móvel em veículos de policiamento na Guatemala;

‒ a integração de sistemas de apoio à comunicação em veículos de bombeiros no Sul de Gales;

‒ colaboração com a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, de Portugal, na definição de uma infraestrutura tecnológica estandardizada para os veículos de trânsito. Está em fase de testes.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado