Startups portuguesas com êxito

A doDOC entrou no programa internacional de aceleradores de empresas Techstars e a Talkdesk conseguiu novo financiamento de 15 milhões de dólares.

doDoc

A empresa de Coimbra doDOC é uma das 12 empresas seleccionadas para o programa internacional de aceleradores de empresas Techstars, em Boston (EUA).

Escolhida entre mais de 1.500 candidatas de todo o mundo, a empresa foi formada em Fevereiro de 2014 pelos portugueses Carlos Boto e Paulo Melo e pelo argentino Federico Cismondi, que se conheceram em 2008 no programa de doutoramento do MIT Portugal, diz-se em comunicado.

A doDOC “ajuda empresas com elevadas exigências de regulação a automatizarem o seu processo de preparação documental”, estando “a iniciar a entrada no mercado pela aposta em empresas farmacêuticas e de biotecnologia, bem como hospitais e universidades”.

Para Carlos Boto, “o investimento da Techstars é uma validação do enorme potencial do nosso negócio e do valor da tecnologia desenvolvida pela doDOC. Toda a equipa está muito orgulhosa de sermos a primeira startup portuguesa a participar no programa da Techstars que representa uma oportunidade única para o futuro da doDOC. Além do reconhecimento do nosso trabalho é também reflexo do crescimento do ecossistema de empreendedorismo em Portugal que nos catapultou até este momento”.

“Estamos muito impressionados com a qualidade dos projectos que se estão a desenvolver em Portugal”, disse Semyon Dukach, managing director da TechStars. “O nosso investimento na doDOC reflete o esforço que temos feito por identificar e apoiar a próxima geração de startups de base tecnológica, independentemente da sua localização, adicionando-os aos negócios bem sucedidos e escaláveis que temos no nosso portefólio”.

15 milhões para “call center” em cinco minutos
Também a startup Talkdesk anunciou ter obtido um financiamento (Serie A) de 15 milhões de dólares, liderado por Josh Stein da DFJ e do actual investor Jason Lemkin, da Storm Ventures.

A empresa, segundo explica no seu site, permite criar um “call center” em cinco minutos e já conta com mais de 2.000 clientes.

Lançada em 2012, a empresa cresceu de seis para 70 funcionários, estando sedeada em São Francisco (EUA), com escritórios em Portland, Oregon e Lisboa.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado