EDP procura melhorar experiência nos canais online

O operador de energia instalou uma nova ferramenta da Oracle para aumentafr a sua visibilidade sobre o desempenho das aplicações online.

RUEI - Oracle

A EDP – Energias de Portugal instalou a Real User Experience Insight (RUEI) procurando optimizar a velocidade de acesso à informação disponibilizada no seu portal de Internet aos colaboradores, agentes e consumidores finais. A empresa diz ter alcançado melhorias elevadas de desempenho, acima dos “400% nalgumas aplicações”, segundo um comunicado da Oracle, fornecedora da solução.

A implantação da ferramenta decorreu em dois meses, “entre o início do projecto e a entrada em funcionamento da solução já completamente estabilizada”. “O processo de implementação depende muito dos objectivos e do tipo de redes que se pretendem monitorizar, mas neste caso, em que estamos a ver todo o tráfego de um dos data centers, não foi nada complicado – porque a arquitectura do RUEI é muito simples”, diz João Perdigão, Command Center Manager da direção de SI da EDP.

A empresa consegue com a tecnologia “identificar, com pormenor, a origem das falhas detectadas no sistema de informação e nas suas transacções online”. Tem a capacidade de “distinguir se a causa dos problemas está nos PC dos agentes, no servidor, na aplicação, ou na base de dados”.

Segundo a Oracle, a ferramenta possibilita monitorizar em permanência os tempos de resposta dos vários sites internos e externos da empresa e dos milhões de páginas disponíveis. A EDP  sabe, por exemplo, qual o URL, a página ou os dados de um contrato de um cliente que está a gerar lentidão no sistema e consegue optimizar ao mesmo tempo a produtividade dos colaboradores dos centros de contacto: elimina os “tempos mortos” no acesso a informação sobre cotações do preço da energia, tarifários, clientes e contratos, por exemplo.

A nova solução contribui ainda para aumentar, a fiabilidade dos relatórios de desempenho dos sistemas de Internet efectuados pelos centros de contacto e permitir alertar com antecedência os departamentos de administração de sistemas e de desenvolvimento para eventuais problemas, diz o comunicado.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado