Google prepara Android para realidade virtual

O sistema operativo móvel terá uma versão específica para suportar apps de realidade virtual, de acordo com o Wall Street Journal.

Realidade virtual no MWC 2015

A Google está a conceber uma versão de realidade virtual (RV) do Android para concorrer com o software a ser preparado pelo Facebook, pela Samsung, a Microsoft e outros, segundo o Wall Street Journal. A referida tecnologia de virtualização é vista como a próxima grande linha de evolução tecnológica, englobando mais do que o mercado de jogos.

O Facebook tem falado sobre dispositivos “headset”, para usar na cabeça, capazes de permitirem a comunicação entre utilizadores, em ambiente de RV: simularão a presença conjunta das pessoas numa mesma sala.

A Google terá uma equipa de engenheiros dedicada ao projecto, incluindo o desenvolvimento de aplicações de realidade virtual, de acordo com o jornal, que cita duas pessoas familiarizadas com a iniciativa.

Há “dezenas de engenheiros” e outros funcionários já envolvidos, concretizou o diário. O sistema operativo seria distribuído gratuitamente, reflectindo a estratégia que tornou o Android no sistema operativo mais popular para smartphones.

Mas o jornal não avança quaisquer informações sobre planos de lançamento, e a Google não respondeu a pedidos de comentário. Com os rivais a investirem pesadamente em RV, faz sentido a Google desenvolver o seu próprio sistema operativo.

Muitas empresas já olham para a RV como uma tecnologia capaz de oferecer experiências imersivas para jogos, entretenimento e comunicação.

O Facebook a refere-se à RV como a próxima grande plataforma de TIC depois da mobilidade. Nessa linha, comprou o fabricante de “headsets” Oculus VR no ano passado por dois mil milhões de dólares.

As referidas empresas olham para a RV como uma tecnologia com futuro, por oferecer uma experiência imersiva para jogos, entretenimento e comunicação. Mas talvez suporte ainda outras aplicações ainda por desenvolver.

Está longe da adopção em massa e alguns utilizadores dos dispositivos assinalaram terem ficado com náuseas por uaerem sistemas de RV. Outras, simplesmente não gostam de ter um ecrã amarrado à cabeça.

Ainda assim, há já muitos intervenientes no segmento. A Samsung tem a oferta Gear VR, a Sony tem o projecto Morpheus e a Microsoft está a investir no HoloLens.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado