Madeira-ITI é de utilidade pública

Instituto criado no âmbito do Programa CMU Portugal obtém estatuto atribuído pelo Governo Regional.

m-iti

O Instituto de Tecnologias Interativas da Madeira (M-ITI) obteve o estatuto de utilidade pública, atribuído pelo Governo Regional. “A decisão surge na esteira do trabalho desenvolvido em investigação na área da interacção humano-computador, que tem permitido transformar o M-ITI num polo de inovação a nível regional, nacional e internacional”, diz a instituição em comunicado.

“O estatuto de utilidade pública é o reconhecimento do trabalho desenvolvido pelos investigadores, colaboradores e alunos do M-ITI, e do seu contributo para a região da Madeira e para o país”, considera Nuno Jardim Nunes, presidente do M-ITI e director científico do Programa CMU Portugal. Desde que foi criado, no final de 2009, o instituto “gerou mais de 10 milhões de euros em projectos, em colaboração com a indústria e através da captação de investimento estrangeiro, tendo níveis de empregabilidade dos alunos que se situam acima dos 90%”.

Actualmente, o M-ITI tem 44 investigadores e 33 professores doutorados, de diferentes nacionalidades.


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado