Imagem do dia: Informetis

Informetis - Tim Hornyak_IDGNS

O que acontece aos robôs quando morrem? Se for o defunto cão-robô Aibo, da Sony, a sua tecnologia pode retornar à vida nas casas inteligentes.

A Sony adormeceu o seu sofisticado robô em 2006 como parte do corte nos custos, mas uma “startup” saída do fabricante japonês está agora a usar a inteligência artificial para monitorizar o uso doméstico da electricidade.

A Informetis, de Tóquio, deve começar os testes de um sensor baseado nos algoritmos que ajudaram o Aibo a entender a fala, para monitorizar continuamente o consumo eléctrico em casa ou empresas. A tecnologia pode gerar uma lista detalhada de como está a ser usada a electricidade.

Os utilizadores podem beneficiar disto ao verem um relato detalhado do consumo eléctrico por aparelho, o que pode ajudar a economizar dinheiro ao consumirem menos energia. Eles também podem usar uma aplicação para monitorizar o consumo de energia quando estão longe de casa, incluindo a identificação de perigos potenciais de incêndio.

A Informetis está a testar uma versão do firmware do sensor com um fabricante de medidores inteligentes japonês, no âmbito de um projecto apoiado pelo governo. E estabeleceu uma parceria com a Tokyo Electric Power (Tepco) para realizar um ensaio do sensor a um ano em cerca de 300 casas e 20 empresas no Japão, a partir do próximo mês.

Fundada em 2013 e propriedade maioritária da empresa de “private equity” JAFCO, a Informetis espera vender o seu sensor às empresas de energia. Ela não revela quanto pode custar, embora provavelmente possa cobrar pela análise mensal do consumo energético.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado