Três anos depois, um novo mainframe da IBM

Sistema pode analisar 2,3 mil milhões de transacções por dia.

z13 - IBM

A IBM revelou o seu novo mainframe esta terça-feira, prometendo que irá ajudar os clientes a detectarem mais fraudes em tempo real e analisar milhões de transacções geradas a cada dia por smartphones e tablets.

O z13 é o primeiro novo mainframe da IBM em quase três anos, e mostra que a empresa continua a investir num produto que ainda está apoiado fortemente pelos bancos, companhias aéreas e outras grandes empresas.

O z13 tem um novo design do processador, I/O mais rápidos e a capacidade de endereçar até 10 TB de memória – três vezes mais do que o seu antecessor. Ele pode abrigar até 141 unidades de processamento num único sistema e executar até 8.000 servidores virtuais, diz a empresa.

A IBM comemorou recentemente o 50º aniversário do mainframe e uma das razões para o seu sucesso – apesar da IBM ter vendido o seu negócio de servidores x86 – é que a fabricante continua a actualizá-lo para lidar com as novas tarefas da computação.

Z13 mobile - IBM

“É para as cargas de trabalho tradicionais, como OLTP (processamento de transações online), mas também se concebeu o z13 para o crescimento explosivo na mobilidade”, disse Ross Mauri, gestor do grupo de mainframe da IBM.

Cada vez que uma pessoa clica no botão “comprar” numa aplicação de smartphone, diz, isso desencadeia uma cascata de transacções que envolvem aprovações de cartões de crédito, inventário e sistemas de facturação. O z13 pode processar 2,5 mil milhões de transacções por dia, reivindica a IBM.

A detecção de fraudes é outro grande foco. O z13 permitirá que as empresas analisem todas as transacções que processam quase em tempo real para detectar casos de fraude no sector da banca, seguros de saúde e de outras indústrias, de acordo com Mauri. Actualmente, os mainframes permitem aos fornecedores de saúde analisarem apenas cerca de metade das suas transacções tão rapidamente, disse ele. “Estamos a garantir que será possível fazer análises em tempo real em 100% das transacções”, disse Mauri.

A IBM não revela os preços dos novos mainframes mas eles podem facilmente passar os 100 mil dólares. O z13 está a ser instalado nalguns clientes desde o início desta semana e será lançado mais amplamente nos próximos meses, segundo Mauri.


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado