CIO e CMO devem trabalhar juntos ou perder mercado

A colaboração será fundamental para aumentar o foco no cliente no próximo ano, enquanto as empresas podem esperar concorrência vinda de qualquer ângulo.

estrategia - IDGNS

Os CIOs e os CMOs precisam de trabalhar mais de perto para aumentar o foco nos clientes no próximo ano ou arriscam perder quota de mercado, alerta a Forrester Research.

Um inquérito a 308 líderes de marketing e de gestão de tecnologia mostrou que apenas metade (51%) dos CMOs e CIOs colabora na selecção e implantação de tecnologias dentro da sua organização. Ao mesmo tempo, 57% dos líderes de tecnologia acreditam que o seu CIO e CMO desenvolvem estratégias tecnológicas conjuntas, enquanto só 47% dos líderes de marketing concorda.

“Metade dos CMOs e CIOs implantam projetos em conjunto – estas são as empresas que vão estabelecer uma vantagem competitiva. A outra metade vai ficar para trás”, disse o “chief research officer” da Forrester, Cliff Condon.

No entanto, existem sinais de que estes executivos de nível C estão abertos a trabalhar mais de perto, com a confiança mútua entre CIOs e CMOs citada pelos responsáveis da tecnologia (68%) e de marketing (62%).

Uma área onde os dois papéis se podem complementar é em aumentar o foco no cliente, afirma o estudo. Actualmente, cerca de metade da tecnologia (51%) e do marketing (46%) acredita que os funcionários têm uma visão única dos seus clientes.

“2015 será um ano de poder sem precedentes do cliente, em todo o mundo, por meio dos canais móveis, sociais e digitais”, disse Condon.

“As empresas podem esperar concorrência vinda de qualquer ângulo. A única cura é uma obsessão com os clientes, impulsionada a partir do topo pelos CIO e CMO. Estes dois executivos, pela sua relação entre si e com as tecnologias que lançam para se ligarem com os clientes, vão determinar o futuro dos negócios”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado