Google suporta ODF antes do previsto

A suite de aplicações Drive passa a funcionar de forma integrada com o formato aberto. A medida deverá ajudar a empresa nas suas ambições para o mercado do sector público.

Google Apps for Business

A Google anunciou o suporte ao formato OpenDocument Format, na sua suite de aplicações Drive. Numa mensagem publicada no Google+, a equipa anunciou que a plataforma suporta ficheiros ODT (documentos de texto ODF), ODS (folhas de cálculo) e ODP (apresentações), passíveis de serem importados para o Google Docs.

A empresa enfrenta uma pressão significativa na manutenção e angariação de negócio no sector público à escala mundial agora que o ODF é um requisito em muitas políticas de compra. Até agora, o suporte para o formato nos produtos do Google tem sido fraco e irregular, sem qualquer apoio até nas tecnologias de apresentações.

O líder das iniciativas de open source da Google, Chris DiBona, explicou na sua apresentação que o suporte ao ODF foi implantado em diferentes partes dos sistemas da empresa, utilizando diferentes bases de código e abordagens. Assim, o que funciona num produto pode não ser suportado noutro.

Mas mesmo com uma melhor aceitação dos ficheiros nos processos de importação, não é claro que tenha havido melhorias na exportação de ODF. A Google, como a Microsoft, não torna fácil a utilização do formato como parte de um fluxo de trabalho.

A Google quer comercializar a suite Drive e Chromebooks nos mercados do sector público e suporte ao ODF está a tornar-se um factor decisivo.

As informações de rastreio de mudanças, de anotações e outros metadados perdem-se nos processos de importação e não são exportados. Para ambas as empresas, o ODF é visto como um formato de migração, em vez de trabalho.

Isso terá de mudar, porque não há dúvida de que interesse naqeule tipo de ficheiro aberto está a crescer em todo o mundo. A Google quer comercializar a suite Drive e Chromebooks nos mercados do sector público e suporte ao ODF está a tornar-se um factor decisivo.

Talvez como resultado, a empresa deverá continuar a melhorar o seu suporte conforme procura fechar mais contratos.


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado