Windows 10 não será “líder de perdas” para a Microsoft

Os detalhes do modelo de negócio do novo sistema operativo serão anunciados na “primeira metade” de 2015.

Windows 10 - Simon Bisson_IDGNS

A Microsoft não vai falar sobre quanto o Windows 10 vai custar até ao próximo ano. Mas parece improvável que seja totalmente gratuito, tanto para os utilizadores como para os fabricantes de PCs, após Kevin Turner, Chief Operating Officer da empresa, afirmar que o Windows 10 não terá um preço apenas para manter os utilizadores no ecossistema Microsoft.

“Ainda não anunciámos os preços de referência do Windows 10. Mas a única coisa que posso dizer é que nós tivemos nenhuma conversa sobre o Windows 10 ser um líder de perda para nós”, disse Turner na 18th Annual Technology Conference do Credit Suisse.

A maneira como a Microsoft ganha dinheiro com os PCs está a mudar. O Windows não tem sido o produto mais lucrativo para a Microsoft há algum tempo: Turner disse que estava em terceiro lugar, atrás do Office e dos negócios empresariais.

Ele deu também indicações de que a Microsoft vai querer alargar o tipo de negócios que é feito com fabricantes de dispositivos menores, que recebem o Windows de graça mas são incentivados a agregar ofertas como assinaturas do Office 365, que trazem receitas para a Microsoft. Os fabricantes de notebooks já podem obter uma licença mais barata para o Windows 8.1 se colocarem o Bing como motor de busca por norma. Mas Turner pareceu sugerir que a Microsoft vai alargar ainda mais esse tipo de propostas.

“Temos de monetizar de forma diferente”, explicou. “Há serviços envolvidos. Há oportunidades adicionais para nós, para levar serviços adicionais aos produtos, de forma criativa”.

Ao contrário de analistas, que sugeriram que PCs de baixo preço podem prejudicar o mercado do Windows 10, Turner mostrou-se notavelmente entusiástico. “É maravilhoso ver estes dispositivos de 9″ e abaixo a explodir” em vendas, considerando que a empresa estava “bloqueada e não tinha nenhuma parte do que estava a ser desenvolvido”.

Turner confirmou que o Windows 10 será lançado “no fim do Verão e início do Outono” de 2015. E, segundo ele, a Microsoft vai revelar o modelo de negócio do Windows 10 “na primeira metade de 2015”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado