Volkswagen lidera I&D mundial

Samsung Electronics, Microsoft e Intel lideram como empresas tecnológicas. Na Europa, apenas Ericsson e Nokia entram no top 10. Em Portugal, PT e Novabase.

2014 EU Industrial R&D Investment Scoreboard

A Volkswagen lidera os investimentos mundiais em investigação e desenvolvimento (I&D), pelo segundo ano consecutivo, revela o 2014 EU Industrial R&D Investment Scoreboard revelado esta quinta-feira pela Comissão Europeia.

Em termos nacionais, apenas quatro empresas constam da lista internacional: Portugal Telecom (587ª), Bial (1126ª), Caixa Geral de Depósitos (1478ª) e Energias de Portugal, na 1661ª posição. Em termos europeus, estas empresas sobem para as 183ª, 326ª, 409ª e 453ª posições, respectivamente, sendo acompanhadas na lista das 1000 maiores empresas europeias a investir em I&D pelo Crédito Agrícola (651ª), Novabase (741ª) e Semapa – Sociedade de Investimento e Gestão, no 820ª lugar.

O relatório é baseado numa amostra de 2.500 empresas, equivalentes a 90% do total de investimento em I&D mundial no ano de 2013.

No total, estas empresas aumentaram o seu investimento em investigação (mais 4.9%), superando o crescimento das receitas, que se ficou por 2,7%.

Crescimento europeu em I&D ficou abaixo dos 6.8% do ano anterior e da média mundial em 2013 (4,9%), das empresas norte-americanas (5%) ou do Japão (5.5%).

As 633 empresas europeias inseridas no Scoreboard aumentaram em 2,6% o investimento em I&D, apesar do decréscimo nas receitas de -1.9% e lucros (-6.6%).

Este crescimento, no entanto, ficou abaixo dos 6.8% do ano anterior, bem como da média mundial em 2013 (4,9%), das empresas norte-americanas (5%) ou do Japão (5.5%).

Isto apesar da líder Volkswagen ter aumentado o investimento em I&D em 23%, para mais de 11,7 mil milhões de euros.

Tal como no ano passado, as posições seguintes são ocupadas pelas mesmas empresas: a Samsung Electronics (Coreia do Sul) investiu mais 25,4% em I&D, atingindo mais de 10,2 mil milhões de euros. Seguem-se a Microsoft, Intel, Novartis, Roche, Toyota, Johnson & Johnson e as novas entradas na lista, Google e Daimler, a ocuparem as últimas posições na lista das 10 maiores empresas investidoras em I&D.

A Daimler é segunda na lista das empresas europeias, seguida pela BMW, ficando assim a Alemanha com três empresas como principais investidoras em I&D na Europa. A Ericsson (9ª) e a Nokia (10ª) são as únicas empresas tecnológicas a figurarem no Scoreboard europeu mas longe da líder Volskwagen, ambas com investimentos acima dos 3,4 mil milhões de euros.

Para Carlos Moedas, comissário da Investigação, Ciência e Inovação, “apesar da difícil conjuntura económica, as empresas da UE continuam a investir em I&D. Esta é uma boa notícia, mas é preciso mais para nos mantermos ao nível dos nossos concorrentes. Com recursos públicos limitados, atrair o investimento privado em I&D torna-se ainda mais importante. O Programa-Quadro Horizonte 2020 já envolve mais empresas do que antes, mas agora estamos prontos para melhorar o nosso desempenho. O plano de investimento de 315 mil milhões de euros apresentado pela Comissão e pelo Banco Europeu de Investimento contribuirá para mobilizar mais investimento privado para os projectos de maior risco, beneficiando a I&D em toda a Europa”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado