Internet móvel: entre 3,6 e 4,8 milhões de utilizadores

Dados da Anacom e da Marktest diferem no número de clientes, num espaço de dois meses.

Internet Movel - Marktest

Até Novembro passado, 3,6 milhões de portugueses com 15 e mais anos acediam à Internet através do telemóvel (40.4% do total), segundo o Barómetro de Telecomunicações da Marktest.

Mas, segundo dados da Anacom para o trimestre encerrado em Setembro, eram 4,8 milhões de clientes a utilizar “serviços típicos da banda larga móvel (vídeotelefonia, transmissão de dados em banda larga, mobile TV, etc.), mais 10,5% face ao trimestre anterior e mais 12,8% em termos homólogos.

A Marktest aponta que a utilização da Internet móvel “praticamente triplicou nos últimos dois anos e meio, passando de uma penetração de 13.5% no trimestre móvel de Maio de 2012 para os 40.4% agora observados”.

Segundo o Barómetro de Telecomunicações, o uso da Internet móvel é “um hábito especialmente relevante entre os jovens, que apresentam uma taxa mais do dobro acima da média. No grupo etário dos 15 aos 24 anos, 83.4% dos indivíduos acede à Internet pelo telemóvel. Entre os 25 e os 34 anos os valores estão também muito acima da média (75.7%), baixando significativamente depois dessa idade”.

Os dados da Anacom revelam ainda que o tráfego de voz nas redes móveis aumentou 6,7% no 3.º trimestre (12,1% em termos homólogos), enquanto o envio de mensagens caiu 12,2% (em termos homólogos), para um número médio mensal de 267 mensagens por utilizador – um abrandamento que a entidade reguladora justifica pelo aparecimento de formas de comunicação alternativas na Internet.

No final de Setembro, diz ainda a Anacom, “a penetração do serviço móvel ascendeu a 157,5 por 100 habitantes” e “o volume de receitas acumuladas dos serviços a clientes no final do 3.º trimestre ascendeu a cerca de 1.376 milhões de euros, em quebra homóloga de 9,5%. A receita média mensal por assinante médio foi de 11,9 euros, menos 8,1% do que no período homólogo”.

Os valores do Barómetro são obtidos a partir de 1250 entrevistas por mês em lares de Portugal Continental, Madeira e Açores. Os dados da Anacom são fornecidos pelos operadores.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado