Watson global

Organizações portuguesas não usam mas estão interessadas.

IBM Watson Group NY - IBM

Não há entidades portuguesas a usarem a plataforma Watson da IBM mas há interessados: “estamos a trabalhar com algumas entidades, que de momento não podemos divulgar”, disse Filipa Fernandes, Media Relations da IBM Portugal.

As declarações ao Computerworld surgem quando a IBM está a anunciar a expansão global dos serviços da plataforma Watson, afirmando que “clientes de todas as indústrias e de todas as geografias estão já a usar as capacidades analíticas do IBM Watson” e já estarem “no mercado as primeiras aplicações desenvolvidas por parceiros através do Watson”.

“O Watson é uma plataforma inovadora que representa uma nova era da computação baseada na sua capacidade de interagir em linguagem natural, de processar grandes quantidades de Big Data para descobrir padrões, e de aprender com cada interação”, explica a empresa.

A IBM revela ter clientes para o Watson em indústrias como a saúde, banca e educação, sendo que as primeiras aplicações da Watson Ecosystem Partners foram desenvolvidas para sectores como o turismo, retalho, serviços de TI, saúde e associações sem fins lucrativos.

A empresa anunciou ainda a abertura da sede global do Watson Group em Nova Iorque (na foto) e de cinco centros de Watson Client Experience em Dublin, Londres, Melbourne, São Paulo e Singapura.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado