PayPal vai “libertar-se” da eBay

A empresa será cotada em bolsa e a separação procura uma melhor capitalização de oportunidades nos mercados de comércio e pagamentos. O investidor Carl Icahn já pedira a medida no início de 2014.

Dan_Schulman_próximo CEO da PayPalO conselho de administração da EBay aprovou um plano para separar os negócios da eBay e PayPal em empresas independentes de capital aberto no próximo ano. A mudança procura posicionar as duas organizações para aproveitarem melhor as respectivas oportunidades de crescimento na esfera do comércio global e de pagamentos, em rápida mutação, diz a eBay em comunicado.

A divisão deverá ser concluída como um “spin-off” isento de impostos, durante o segundo semestre do próximo ano. O executivo Dan Schulman será o CEO da PayPal, servindo entretanto a empresa como presidente. O responsável foi presidente American Express Enterprise Growth Group, nos EUA.

Devin Wenig, presidente da eBay Marketplaces, será o CEO da eBay após a separação. O actual detentor do cargo e CEO da eBay, John Donahoe, e o CFO, Bob Swan vão supervisionar a separação das empresas. Depois pertencerão aos dois conselhos de administração.

A decisão surge meses depois de o investidor Carl Icahn ter entrado no conselho de administração eBay em Fevereiro, pedindo que a empresa libertasse a sua unidade PayPal. Nessa altura a ideia foi mal aceite.

Contudo, ficou aberta a possibilidade de se avaliarem alternativas, caso as circunstâncias de mercado mudassem. “Manter a eBay e a PayPal juntas além de 2015 torna-se claramente menos vantajoso para cada empresa, do ponto de vista da estratégia e competitividade. O cenário do sector está a mudar, e cada empresa enfrenta diferentes oportunidades e desafios competitivos”, segundo o comunicado.

Para PayPal, um crescimento contínuo no espaço dos pagamentos móveis, tanto online como em lojas, será a chave para o seu sucesso. A divisão deverá oferecer à PayPal a “flexibilidade máxima” de que necessita para manter-se competitiva, e particularmente para lidar com o aparecimento da Apple Pay.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado